Lula e sua opinião sobre Bolsonaro

Vi dois dinossauros da política conversando enquanto tomavam café e discretamente, assisti a cena calada enquanto enchia minha xícara de açúcar para justificar minha demora.

Internet

Lula e sua opinião sobre Bolsonaro

Por Raquel Brugnera - 15/06/2021

Vi dois dinossauros da política conversando enquanto tomavam café e discretamente, assisti a cena calada enquanto enchia minha xícara de açúcar para justificar minha demora.

O assunto era Lula e sua opinião sobre Bolsonaro. Apontei as orelhas e ouvi atentamente.

Um estava desapontado com Lula por ele ter declarado que não era favorável ao impeatchmant de Bolsonaro, já o outro ponderou mais ou menos assim:

Nos bastidores, Lula sempre quis ver Bolsonaro passar pela mesma humilhação de Dilma, mas ele entendeu que quanto mais as instituições se mobilizam para afastá-lo, mais a população percebe a articulação e tende a proteger o resultado de seus votos: o atual presidente.

Sendo assim, Lula prefere ver Bolsonaro mais tempo ocupando a cadeira presidencial e sofrendo o desgaste político do que saindo do Planalto como vítima de perseguição e receber uma enxurrada de votos como consolação. Uma coisa é afastá-lo, outra coisa é garantir que Jair não dispute 2022.

Porém, há um fator que preocupa ambos interlocutores, o Ciro Gomes!

Ciro tem pressa pelo impeatchmant porque sabe que Lula e o PT ainda não estão prontos para o enfrentamento popular nas urnas, eles estão no meio de um desgaste político e midiático muito grande, precisam de mais tempo para organizar e reconstruir a imagem de sujeito digno de confiança que Lula já teve um dia.

Poucas coisas são mais prejudiciais à imagem pública do que a decepção.

Decepção leva ao desânimo.

Com Ciro na cola, ditando pautas para metade da esquerda, (como uma nova manifestação ainda em junho), Lula se sente pressionado pelos militantes em incentivar os atos contra o Presidente e fica numa sinuca de bico: se é contra o impeatchmant, por que estaria a favor das manifestações de junho?

Bem, nas redes já podemos ver posts de pessoas exigindo explicação de Lula sobre seu posicionamento contra a saída de JB e cobrando que ele movimente os petistas para inflar os grupos de manifestantes; lógico que Lula reagiu e disse que o PT irá apoiar, já os Ciristas não perdem a chance de lembrá-lo que ele demorou demais para reagir e que Ciro já estava mobilizando as massas há muito tempo.

Resumo da opera:

- Um impeatchmant seria positivo apenas para o centro e PDT.

- O PT ainda não tem o poder de fogo que gostaria de ter entre seu eleitorado.

- Ciro está em campanha desde que perdeu as eleições de 2018 e enquanto Lula tirava férias na cadeia e buscava cavar a imagem de novo Mandela, Ciro trabalhou as bases da esquerda e não há possibilidade de união entre as duas forças canhotas.

Por fim, Lula prefere manter "o desgoverno genocida" no poder até ele se sentir pronto para sair às ruas em busca de votos, em contrapartida, Ciro precisa que Bolsonaro desocupe a cadeira imediatamente e que o universo se contraia parindo uma nova eleição antecipada, antes que Lula convença os desertores e tenha chances de disputar o segundo turno com Jair Bolsonaro.


Compartilhe

Últimas Postagens