Cookie Consent by TermsFeed Generator

O Poder Executivo não tem o poder de conceituar as pautas

Ideológicos e concentuais mais polêmicos devem, na minha opinião, trabalhar no Poder Legislativo onde podem discutir, modificar e criar leis.

Divulgação / Exame.com

O Poder Executivo não tem o poder de conceituar as pautas

Por Raquel Brugnera - 25/11/2021

Ideológicos e concentuais mais polêmicos devem, na minha opinião, trabalhar no Poder Legislativo onde podem discutir, modificar e criar leis.

Basta construir bons projetos, com bons argumentos e convencer aos demais colegas a votarem em leis mais conservadoras. (Foi assim que a esquerda transformou todo o sistema em instituições mais "progressistas").

Já o Poder Executivo é para quem EXECUTA aquilo que a LEI ORDENOU, sejam pautas conservadoras ou progressistas, cabe ao EXECUTIVO apenas EXECUTAR e não conceituar.

Caso não execute, por não concordar com a pauta, entrará em cena o Poder Judiciário, cobrando a realização daquilo que os "representantes do povo" decidiram durante os longos debates nas Casas Legislativas.

Essa é a regra do tripé que sustenta uma democracia. Quer enfrentar o sistema?

Mude as LEIS no Congresso Nacional!

Para os cargos do Executivo, cabe os que sabem transitar entre as opções vertentes políticas, para que uma máquina pública não trave e o ônus não recaia sobre a população.

Jair Bolsonaro precisou aprender essa lição em pleno mandato e foi duramente criticado pelos conservadores mais conceituais.

Uma coisa é o Conceito, outra é aplicação deste conceito num sistema onde Leis dizem o contrário.

Já que não há consenso entre a vontade de boa parte da população e como Leis vigentes, sugiro que façamos nossa parte e saibamos colocar os Conceituais no Parlamento mudando como leis, e os "técnicos" comandando uma máquina para a nossa vida não parar.


Compartilhe

Últimas Postagens