Conheça os “cavalos paraguaios” opositores do Presidente Bolsonaro para 2022

As prévias presidenciais do PSDB para 2022 já estão definidas, o tucanato está em polvorosa para decidir quem tentará fazer frente ao Presidente Bolsonaro nas próximas eleições.

Divulgação PSDB

Conheça os “cavalos paraguaios” opositores do Presidente Bolsonaro para 2022

Por Thiago Silva - 22/09/2021

As prévias presidenciais do PSDB para 2022 já estão definidas, o tucanato está em polvorosa para decidir quem tentará fazer frente ao Presidente Bolsonaro nas próximas anteriores. A disputa está acirrada entre João Doria (SP) e Eduardo Leite (RS) os mais cotados a vaga de presidenciável. O pareô ainda conta com o senador Tasso Jereissati (CE) e o ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgilio Neto. Com essa definição os candidatos irão atrás dos votos dentro da legenda, e dia 21 de novembro ocorre a decisão final.

João Dória (SP) Eleito para governador de São Paulo em 2018, João Dória empilha descontentamentos nacionais, tendencioso desde o início, ele aproveitou da grande influência e prestígio que o Presidente Bolsonaro conquistou como bom político, para criar o enganoso BOLSODÓRIA que o elegeu nos últimos minutos durante estadual . Assim que eleito mudou rapidamente para o seu verdadeiro lado e passou a conspirar contra o governo federal. Desde então como governador, não se tem um só movimentação em seu governo que não seja para benefício próprio. No quesito covid fez barbáries, fechou ajustadas, distribuiu polícias para perseguir opositores, decretou lockdown e em seguida foi para Flórida (EUA) tirando uma folga enquanto o povo de São Paulo sofria e sofre nas mãos do apelidado “DITADÓRIA”. Ele mostrado de fato o seu lado vermelho como sempre foi e agora tenta novamente enganar o povo se “pintando de verde e amarelo”. É um melancia.

Eduardo Leite (RS) O que esperar do homem que fez e faz do Rio Grande do Sul a sua União Soviética particular, esse precoce cacique tucano está desde muito novo na política e já conhecido para o que veio a muito tempo. Mais um da lista de falsários, fez uma jogada de marketing em rede nacional quando se autointitulou gay, com isso com certeza ganhou votos de “simpatizantes”, entretanto, felizmente perdeu votos de cidadãos de bem que com certeza pelo conjunto da obra se arrependerão do voto dado a ele em 2018. Esteve estendido em um escândalo na sua gestão como prefeito de Pelotas RS, uma suspeita confirmada de fraude nos exames preventivos ao câncer de útero. De acordo com os fatos, de cada 500 exames coletados apenas 5 eram realizados levando várias mulheres à morte. Houve inúmeros protestos contra a sua campanha para governador principalmente de mulheres que alegavam de fato ser um disparate contra o povo eleger alguém que se quer cuidou da saúde de um município, várias famílias estão até hoje desamparadas e sem respostas após o arquivamento do caso pelo Ministério Público, mais uma vez o dinheiro falou mais alto. O falso negativo provocou uma revisão de 44 mil exames isso só na sua cidade Pelotas RS, alem de tudo ele deixou a cidade na posição 493 entre os 497 municípios gaúchos no quesito de investimentos na área de saúde, os números apresentados que desde que Eduardo leite assumiu não dá a prioridade mínima ao setor. Além dos escândalos, fraudes e posições contrárias à família tradicional brasileira, o postulante ainda carrega uma alcunha de ser cruel com funcionários e assessores. O descontentamento gaúcho para com ele é crescente.

Tasso Jereissati (CE) Atual senador, Tasso e Ciro são irmãos separados no nascimento, o intitulado “Coroné dos zóio azul”, está na lista de um dos maiores golpistas desse país e também elevou improbidades. O anfitrião do golpe fretou jatos com dinheiro público e clientes para fazer empréstimos para o mesmo, alem dos desvios de verbas do BEC (Banco do Estado do Ceará). O “apaixonado por jatinhos” também esteve presente no escândalo da Odebrecht. Em uma entrevista que deu ao El País em 11 de março desde ano, Tasso geração uma frase pesada que já o expõe por completo; “Vou ser sincero, gostaria até que o Lula concorresse, no momento em que vivemos precisamos de uma grande lição de democracia nas próximas localizações”. Nada mais se pode declarar ou adicionar sobre um “político” que se posiciona dessa maneira.

Arthur Virgilio Neto (AM) O ex-prefeito de Manaus fecha uma lista dos postulantes, é mais um guia na Odebrecht, e recentemente como chefe executivo de Manaus esteve junto a sua esposa, Elizabeth Valeiko e familiares, em uma série de escândalos ligados na mira de uma operação que investiga como improbidades de seu governo como lavagem de dinheiro, crime contra a administração pública e influência de influência. No dia 18 de dezembro de 2020 foi deflagrada uma operação Boca Ratón pelo Ministério Público do Estado do Amazonas, e teve como alvo a enteada de Virgílio, o marido dela e a esposa do tucano, Elizabeth Valeiko, foram cumpridos vários mandatos de busca e apreensão. O MP-AM suspeita de enriquecimento ilícito e acusa os mesmos de fazerem contas financeiras suspeitas que coincidem com o período em que Elizabeth Valeiko começou a atuar sobre o poder municipal logo após se casar com Arthur Virgilio. A família do tucano ainda é investigada pela morte do engenheiro Flavio Rodrigues durante uma festa dada por Arthur e que foi regada a álcool e cocaína, o crime envolve um carro e um funcionário da prefeitura que trabalhava como segurança do tucano.

Conclusão As prévias do PSDB e sua definição de candidatos citados acima só evidenciam o quanto estamos no caminho certo, Jair Messias Bolsonaro, nosso atual presidente, nunca teve, repito, nunca teve seu nome manchado em toda a sua extensa carreira política. Sempre foi o exemplo de como o bom político deve ser, agir, pensar e se posicionar, seu nome e caráter sempre foram pilares de sua formação e não a toa seus valores o levaram a presidência da República sendo um dos melhores presidentes, desde os militares, a ocupar o cargo máximo da República. As prévias dos partidos para a próxima complementação, sendo divulgadas e junto a elas os rostos e histórias dos “políticos” que se julgam de bem, mas no final só querem o bem próprio, tentando, sem sucesso, apagar o passado com uma “maquiagem patriota ”e palavras tocantes, só esquecem que todas as máscaras caíram a partir do momento em que Bolsonaro colocou os pés no Palácio da Alvorada e nos mostrou a verdade.


Compartilhe

Últimas Postagens