Cookies management by TermsFeed Cookie Consent

Momento de fé com Padre Pedro Henrique III.

Capitulo 2. Maria a nova arca da aliança. parte 1.

Padre Pedro Henrique

Momento de fé com Padre Pedro Henrique III.

Por Thiago Silva - 28/11/2021

Bendito o fruto do teu ventre.

Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, o bebê agitou-se em seu ventre, e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. Lucas 1:41.

Com certeza, o anuncio do anjo Gabriel marcou a entrada de uma nova era e de um novo tempo. Naquele dia, o verbo se fez carne pelo sim de Maria, pela sua vontade, mas as palavras do anjo e o seu anuncio trouxe também a realidade de Izabel, uma prima de idade avançada de Maria, que conforme a palavra do anjo, se encontrava gestante já no sexto mês.

O cuidado e a atenção de Maria a realidade e ao sofrimento das pessoas é algo marcante na sagrada escritura, a jovem de Nazaré sempre se envolve com as necessidades e as realidades de sofrimento das pessoas, como vemos em Caná da Galileia, como vemos na visita a Izabel.

O evangelista mostra que exatamente após o anuncio do anjo, Maria se desloca à Judeia, um caminho difícil, montanhoso, mas que ela o faz com ansiedade, com pressa, o evangelista escreve no versículo 39: “Maria se levantou e foi às pressas às montanhas, a uma cidade da Judeia, entrando na casa de Zacarias, saudando assim a Izabel”.

Apenas ao ouvir a saudação de Maria, Isabel ficou repleta do Espírito Santo, de tal forma que até o menino que estava em seu ventre sentiu a presença de Deus em Maria. A alegria não se conteve no coração de Isabel, sem que fosse proclamada aos quatro cantos da terra as maravilhas de Deus:

“Com um grande grito Isabel exclamou: Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre! Como posso eu merecer que a Mãe do meu Senhor me venha visitar?” Lucas 1: 44.

O que de certa forma nos maravilha nesse Evangelho é que não se faz necessária uma só palavra de Maria, ela não precisou contar, não lhe foi necessário dizer coisa alguma. A minha reflexão de anos, me levou a considerar uma nova explicação a sucessão desses fatos. A pressa de Maria era a de confirmar as palavras do anjo, era a de entender se de fato aquilo tudo era real, ou fruto dos seus sonhos. Ali ao entrar-se com sua prima, nada foi necessário, simplesmente Deus mesmo falou com Maria pelos lábios de Izabel, tanto que o versículo 41 do evangelho vai escrever

Assim, Maria tornou-se a nova arca da aliança, assim como a antiga arca, dentro de si, levava os sinais da Promessa e da Libertação do Egito, a Nova Arca da Aliança se tornou muito maior e profunda, pois não levava os símbolos de uma passagem, mas ao contrário, o que Maria trazia dentro de si era o próprio Deus vivo, a encarnação da Promessa de Deus, a nova e eterna aliança, Jesus Cristo, para a Libertação total do homem.

Todos somos chamados a ir ao encontro dessa nova arca da aliança. Quantas vezes ouvimos de líderes religiosos que é pecado se dirigir a Maria. O evangelho de Lucas nos mostra o contrário, aproximar-se de Maria é ser invadido pelo Espírito Santo, encontrar-se com Maria é encontra-se com Jesus, pois como disse Isabel, Maria é mãe do nosso Senhor.


Compartilhe

Últimas Postagens