Cookies management by TermsFeed Cookie Consent

Momento de fé com Padre Pedro Henrique V

Capitulo 3. Maria mãe de Deus. Parte 1.

Redes sociais

Momento de fé com Padre Pedro Henrique V

Por Thiago Silva - 12/12/2021

Santa Maria mãe de Deus.

Ao entrarem na casa, viram o menino com Maria, sua mãe, e, prostrando-se, o adoraram. Então abriram os seus tesouros e lhe deram presentes: ouro, incenso e mirra. Mateus 2:11

O mistério da vinda de Cristo é extraordinário justamente por fazer parte de uma trama da qual nunca saberemos como aconteceu os detalhes. Do mistério só sabemos o que foi revelado. Sabemos que Maria concebeu pelo Espírito Santo, mas não sabemos como ele foi tecido e se desenvolveu dentro do útero de Maria.

João vai resumir o mistério em: “o Verbo se fez carne”. Em outras palavras, João está dizendo que o Deus conhecido pela sua voz, por falar, mas nunca pelo seu rosto, adquiriu uma forma no ventre de Maria, assumiu um corpo, uma carne, o Deus imaterial se fez matéria e se Jesus é verdadeiro homem e verdadeiro Deus, temos de dizer que a alma divina e a força espiritual vieram de sua divindade, mas que as características humanas e a matéria, Jesus herdou de Maria.

Por isso, Maria não sendo deusa, é verdadeiramente a Mãe de Deus, pois sendo Jesus Deus e Maria a sua mãe, ela é Mãe do Filho de Deus Pai. Não porque ela tenha escolhido ser, mas porque Deus em seu plano salvífico a preservou do pecado para que na plenitude dos tempos fosse a mãe da Promessa.

Maria diante do mistério observava todas as coisas com atenção e fazia de todos os acontecimentos um momento profundo de meditação e contemplação. Lucas vai dizer:

“Maria, porém, guardava e meditava todas essas coisas e refletia em seu coração” Lucas 2: 19.

Em nossas vidas, assim como na de Maria, Deus vai se manifestando de muitos modos e maneiras. Assim como a Mãe de Deus, nós também somos convidados a experimentar a beleza e a grandeza da meditação e da contemplação. Num mundo como o de hoje em que vivemos diante do ininterrupto barulho e inquietação, todos nós somos chamados a experimentar a docilidade do silêncio, a sabedoria da meditação e da contemplação.

Maria servia-se de toda situação como um momento de oração a Deus, mesmo dos momentos difíceis e complexos, o silêncio de Maria vem nos ensinar que o excesso das palavras e a falta de contemplação ao que vamos fazer nos conduz ao erro. A pessoa sábia medita dentro de si o que vai fazer e apenas com prudência toma as suas decisões.

Reflita que a maioria dos erros e de nossos pecados nasce da precipitação. Maria até mesmo antes de aceitar ser a Mãe de Deus meditou com os anjos todas as dificuldades para tal feito. Antes de toda decisão é necessário elencar as adversidades, os desafios, as possíveis consequências, de modo que a palavra seja sempre firme, e nunca dúbia.

Maria pela sua firmeza e sabedoria tornou-se a Mãe de Deus, mas não somente, pois a vida toda de Maria foi de desafios e respostas e de suas dores e alegrias é que podemos dizer: Rogai por nós, oh Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo.


Compartilhe

Últimas Postagens