“O brado retumbante da democracia” Atos do 7 de setembro tem êxito e repercussão internacional

No dia da comemoração dos 199 anos de sua independência, o Brasil de norte a sul presenciou a maior manifestação popular de sua historia, milhares de brasileiros foram as ruas expressar seu patriotismo nacional alem de seu apoio e clamor ao presidente Jair Bolsonaro.

Nilma Córdova/Notícias Metropolitanas

“O brado retumbante da democracia” Atos do 7 de setembro tem êxito e repercussão internacional

Por Thiago Silva - 08/09/2021

No dia da comemoração dos 199 anos de sua independência, o Brasil de norte a sul presenciou a maior manifestação popular de sua historia, milhares de brasileiros foram as ruas expressar seu patriotismo nacional alem de seu apoio e clamor ao presidente Jair Bolsonaro. Foram feitos impressionantes registros dos atos em todas as capitais e inúmeras cidades brasileiras, sendo destaque, Brasília na Explanada dos Ministérios, Rio de Janeiro na orla de Copacabana e em São Paulo na Avenida Paulista, onde nossa equipe do jornal Notícias Metropolitanas esteve presente fazendo total cobertura.

Logo pela manha em Brasília após solenidade do hasteamento da bandeira nacional, o presidente fez um breve e contundente discurso ao publico estimado em 400 mil presentes de acordo com a polícia e o tenente-coronel Souza Junior que comandou as operações de segurança no local. Bolsonaro afirmou em discurso que tomara medidas cabíveis se a situação política entre os poderes não se estabilizar dando um ultimato as arbitrariedades, como diz nesse trecho do discurso;

“Não mais aceitaremos que qualquer autoridade, usando a força do Poder, passe por cima da nossa constituição. Não mais aceitaremos qualquer ação que venha de fora das quatro linhas da constituição. Não podemos continuar aceitando que uma pessoa específica, da região dos Três Poderes, continue barbarizando a nossa população. Não podemos aceitar mais prisões políticas no nosso Brasil. Ou o chefe desse Poder enquadra o seu ou esse Poder vai sofrer aquilo que não queremos. Porque nós valorizamos, reconhecemos e sabemos o valor de cada Poder da república”. Disse o presidente.

Logo após o forte e direcionado discurso, Bolsonaro seguiu viagem a São Paulo onde mais tarde faria um novo discurso na Avenida Paulista.

Por volta das 13:20 o presidente desembarcou em São Paulo, e acompanhado de ministros e familiares rumou a Avenida Paulista sob forte escolta. O publico estimado pelos organizadores que estavam presentes no ato girava em torno de 1,5 milhões de pessoas que tomaram por completo as imediações de 11 quarteirões. Cantos pela democracia, contra o STF e até contra o governador João Doria eram entoados a todo instante sob a trilha do hino nacional e canções do recente perseguido Sergio Reis. As 15:30 o presidente chegou nas imediações da manifestação onde rapidamente subiu em um caminhão localizado próximo ao MASP. Em um novo discurso o presidente reforçou a sua fala de Brasília contra as negativas ações do STF;

“Não vamos mais admitir que pessoas como Alexandre de Moraes continuem a açoitar a nossa democracia e desrespeitar a nossa constituição, ele teve todas as oportunidades de agir com respeito a todos nós, mas não agiu dessa maneira, como continua a não agir’. Proferiu com razão o presidente ainda afirmando que o STF não tem mais condições morais de seguir julgando nada e nem ninguém.

Bolsonaro ainda afirmou que só existe três finais possíveis a ele em 2022; “Só saio preso, morto ou com a vitória” disse o mesmo sobre forte aclamação popular. O forte e impressionante discurso do presidente mexeu com as pilastras da sociedade, tirando da zona de conforto todos os ilustres citados em suas palavras, e as repercussões tanto nacionais como internacionais geraram uma profunda esperança no povo brasileiro que aguardam por mudanças. Desde o início de seu mandato nunca houve uma manifestação com tamanha proporção e expressividade como foi essa.

Alem de serem marcados por sua hegemonia, os atos também chamaram a atenção de todos pela tranquilidade que se desenvolveram não obtendo nenhum registro de ocorrência a nível nacional, surpreendendo organizadores e até experientes repórteres como Rodrigo Assis do programa Alerta Nacional comandado por Sikera Junior. Na sua entrada ao vivo do Rio de Janeiro onde também tiveram protestos de larga escala com cerca de 300 mil presentes, o experiente repórter comentou que não aparentava que ali havia acontecido um protesto e que tudo estava em ordem;

“Aqui na praia de Copacabana nem parece que teve uma manifestação, nem parece que recebeu esse tanto de gente, não tem nada quebrado, está tudo limpo, tudo organizado, palmas a esses manifestantes que souberam se comportar” comentou o repórter a Sikera Junior.

Alem das capitais e regiões metropolitanas várias cidades do interior também tiveram ações durante toda terça feira. No interior de são Paulo a recentemente famosa por motivos não tão bons Araçatuba teve uma carreata animada com diversos caminhões e apoiadores que se reuniram em frente a famosa loja de departamentos Havan, e de la seguiram pelas ruas da cidade realizando um buzinaço a favor do presidente. Foram muitas as ações democráticas neste feriado e a expressividade das massas que tomaram as ruas foi notório o suficiente para chamar e muito a atenção de toda imprensa internacional. Vários jornais e meios de comunicação famosos noticiaram o evento nacional.

Diante de tudo o saldo que se tira desse dia histórico é muito positivo de acordo com lideranças, apoios e até pelo próprio presidente Bolsonaro, porém para quem pensa que as ações acabaram no dia de ontem enfatizasse que é só o começo, pois para a plenitude da liberdade necessitasse de muito sacrifício e os atos da “nova independência” apenas foram construções desses alicerces que manterão de pé uma renovada e verdadeira democracia defendida por homens de bem e por um presidente que não mede esforços para beneficiar seu povo, que não teme a mal algum e que não serve aos “senhorios da corrupção” e sim serve ao seu povo e ao seu deus. Esse foi mais um vitorioso capítulo da história brasileira, uma demonstração de forma e patriotismo que impõe respeito aqueles que desrespeitam e mostra com toda propriedade que acima de um povo somente o divino deve imperar. Novas notícias e desdobramentos seguem sendo aguardados.


Compartilhe

Últimas Postagens