Cookies management by TermsFeed Cookie Consent

Toda ação tem uma reação

Hoje os ucranianos se perguntam em uníssono: o stand up vai suportar a pressão da Rússia?

Divulgação

Toda ação tem uma reação

Por Toca do Lobo - 25/02/2022

Nada fica impune.

A Ucrânia, cansada dos políticos (o que é compreensível), votou no Danilo Gentili deles.

Sim, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, é um humorista famoso que protagonizou uma série de TV onde um professor, acidentalmente, se tornava presidente do país.

A vida imita a arte? Não. A vida quase sempre imita um enlatado americano feito para TV.

Hoje os ucranianos se perguntam em uníssono: o stand up vai suportar a pressão da Rússia?

Por outro lado a América, cada vez mais infantilizada e frágil, escolheu como presidente um idoso já quase senil e que já possui um dos piores índices de aprovação da história do país, isto porque o sujeito está apenas há um ano no cargo, porém o estrago, mesmo no curto espaço de tempo, é gritante.

É isto que ocorre quando a população eleva Lady Gaga, Tom Hanks, Eddie Vedder, e outros imbecis, ao nível de influenciadores sobre geopolítica.

A América hoje está mais preocupada em cumprir a agenda do progressismo, colocando em prática toda e qualquer egotrip adolescente, enquanto o mundo, especialmente o lado oriental, a devora calado.

Xi Jinping e Putin não têm Instagram ou Tik Tok, pois enxergam o mundo pela ótica de dois adultos treinados, frios e interessados em expandir poder e territórios, enquanto seus adversários brincam de "casinha".

Se homens fortes te causam medo, espere até ver do que são capazes os homens fracos.

Macron, Boris Johnson, Trudeau, e toda esta turminha, para o líder russo não passam de integrantes de uma nova boy band americana e desafinada.

Putin tem uma trajetória política que o coloca num nível tão elevado frente à esta turma de amadores, que seria algo como Napoleão Bonaparte discutindo estratégia militar com Greta Thunberg.

Quem segura o russo agora?

Chapolin Colorado? Sargento Pincel? Batman?

Com a infantilização generalizada que dominou o ocidente, sinceramente não duvido que boa parte da população esteja aguardando a ação dos Vingadores anti o vilão russo.

Quer saber?

Não há Rocky Balboa que segure este Ivan Drago, não no cenário (ou ringue) atual.

Temos uma briga entre um enxadrista contra espinhudos que discutem pelo poder do joystick, enquanto a mamãe foi preparar biscoitos e Toddynho.

E do lado de cá?

Bom, aqui temos um jogador de truco fingindo jogar xadrez, sem sequer saber como se movimenta o cavalo.

A verdade é que o velho Senhor da Guerra continua não gostando de crianças, assim como Bill Gates, que se acha o dono do mundo, mas esqueceu que exército de vídeo game não é pareo para soldados reais e sedentos por sangue.

No que vai dar isto?

Não faço a menor ideia, já que diferente de 99% dos especialistas de Tik Tok, eu desconheço por completo o que se passa na cabeça de um homem que foi diretor da KGB e está no poder da Rússia há três décadas, e sem adversários, já que os poucos que se arriscaram, ficaram "doentes" e evaporaram.

O mundo não é um Meme.

Eu não sou solidário à Rússia e nem a seus adversários neste tabuleiro real de WAR.

Sou solidário às pessoas que, infelizmente, pagarão com suas vidas, por mais uma estúpida disputa de poder, desta vez entre adultos contra um bando de meninos mimados sob o comando de um personagem caricato, eleito graças ao poder da mídia e seus influenciadores.

Para tentar entender um pouco da mente de quem realmente está por trás de tudo isto, recomendo o livro "As entrevistas de Putin", onde um americano bobalhão, representado pelo cineasta Oliver Stone, debate com um líder político que tem total desprezo pela "cultura" ocidental.

O embate no livro (e também documentário) é o melhor exemplo do que talvez se torne a nova "Guerra Fria", onde de um lado se tem o "comunista" rico, vaidoso, hipócrita e burro, enquanto do outro, um homem sério, calculista, inteligente, que mostra absoluto desprezo pelo real comunismo, que ele conheceu bem, e também por seu primo mimadinho: o progressismo.

E este é o ponto em que estamos, colegas.

Boa sorte a todos, pois a c@gada é lá, mas vai respingar muita merd@ aqui, queira você ou não, nobre professor de geopolítica formado pelo Facebook.


Compartilhe

Últimas Postagens