A queda das redes sociais foi planejada?

De início, também achei que a ausência das redes, poderia ser uma simulação de poder do tio Mark. Tirar tudo do ar, e ver que tipo de efeito eles realmente tem na população mundial.

Divulgação

A queda das redes sociais foi planejada?

Por Victor Vonn Serran - 07/10/2021

Quando vejo a situação do mundo hoje, o que me vem a cabeça é o famoso triunvirato romano com Crasso, Pompeu e Júlio César. Enquanto seus critérios são comuns, trabalhavam como um relógio, mas assim que seus anseios elaboram a conflitar, se devoraram como feras.

Como os globalistas já entendam que os comunistas não vão colaborar para um plano conjunto, eles resolveram esticar a corda, e esse tipo de guerra acaba resvalando em todo o planeta. Os dois jogadores querem chegar a frente, e se garantir no pós pandemia. Agora é cada um por si.

De início, também achei que a ausência das redes, poderia ser uma simulação de poder do tio Mark. Tirar tudo do ar, e ver que tipo de efeito eles realmente tem na população mundial. Mas a queda da bolsa, e os seguintes bilhões perdidos que eu vou pensar que dinheiro também é poder, e não se simular por oito horas para perder tanto, quando um simples estudo de reação poderia ser feito com três ou quatro horas.

O que me deixa entendido que foi sim um ataque, e muito bem planejado.

Os servidores DNS sempre foram o alvo, por isso a plataforma perdeu as três redes de uma vez (em manutenção, jamais fariam as três pararem ao mesmo tempo). Outros preferidos assim já tinha sido relatado, mas nunca em uma escala de horas tão longa. Além do mais, outras empresas com base de rede foram atacadas, o que significa que não foi um gênio de 14 anos atrás de um sofá que ferrou no Facebook, mas uma ação cordenada com vários deles.

Possivelmente governamental, com uma equipe muito bem cordenada.

Várias agências de inteligência relatam ações de hackers russos em muitos países, inclusive com interferência nos processos eleitorais. Hoje eles são uma elite dos invasores mundiais, e compõem uma boa parte da Deep Web, assim como todo mercado negro que é envolto nas partes fundas da rede. Putin foi membro da KGB, e participou diretamente das construções dos departamentos de espionagem via Internet na Rússia.

O Telegram (russo) ganhou milhões de novos usuários, e rodou bem, sem ter sobrecarga de seus provedores. Isso significa que já esperavam a vinda desse pessoal, com uma base atualizada antevendo esse problema. Esse tipo de coisa, na minha humilde opinião, geralmente não é acaso.

O bom é que isso pode ajudar o Brasil sem querer, como efeito colateral. Adivinha quem é o político brasileiro mais influente nessa rede social?

Viagem minha? 

Pode ser.

Mas odeio pensar que algumas coisas são simplesmente coincidência.


Compartilhe

Últimas Postagens