Até Jesus voltar, nós temos que nos rebelar contra esses caras

Após o dilúvio na terra, o descendentes de Noé habitaram o planeta, e trataram de repovoar as terras.

Divulgação

Até Jesus voltar, nós temos que nos rebelar contra esses caras

Por Victor Vonn Serran - 25/09/2021

Após o dilúvio na terra, o descendentes de Noé habitaram o planeta, e trataram de repovoar as terras. Embora tenham se espalhado por um ou dois continentes, acabaram se reunindo novamente em Sinar, uma terra no Oriente. Eram liderados por um homem chamado Ninrode.

Ninrode era cruel, e não aceitava o Deus de seus antepassados. Tomou a própria mãe como mulher, sacrificava crianças no ventre de grávidas a si mesmo, e queria construir uma torre para chegar aos céus e escapar de um segundo dilúvio, desafiando Deus. Com uma só língua, e o domínio pela força, seu sonho era um governo para todos os homens. Em Babel subiu em sua torre, construída por escravos e se declarou "O Deus do Sol".

Mas Deus ao perceber os planos de Ninrode, mudou a linguagem de todos os seres humanos. Sem poder se comunicar, os grupos ficaram confusos e se dispersaram pela terra, criando nações e culturas. Ninrode foi morto pelo povo, que acabou por abandonar e destruir a torre de Babel. Existem várias etiologias para as descrições de Ninrode, mas essa é a mais comentada.

Mas qual o problema em falar de um governo mundial, onde todos teriam apenas um sistema de leis e língua, que fossem aplicados para todos os cidadãos?

O problema é que poder centralizado gera autoritarismo. Por mais difícil que seja aceitar que as nações têm fronteiras, um país acaba moderando outro, tanto pelo comércio, quanto pelo sistema civilizacional, e territórios ditatoriais acabam isolados. Enquanto existirem governos diferentes, pode até existir injustiça, mas nunca livre da crítica. Por isso Deus dizia para se multiplicar e se espalhar pela terra. Nenhum mal ficaria oculto, mesmo entre os homens.

Em um governo mundial, com uma só lei, você não poderia questionar nenhuma ação como ilegítima, e esse poder absoluto não sofreria crítica de ninguém. Se por acaso esse governo caísse nas mãos de um Jim Jones, por exemplo, poderíamos correr o risco de uma total extinção da humanidade.

Você daria 30 ogivas nucleares a um Jim Jones da vida?

Mesmo assim, a ideia de um governo único ainda fascina muitos homens. Para os leigos, seria uma maneira de haver uma distribuição mais justa de bens e serviços, em uma deturpada visão Idiota de "Imagine" de Jonh Lennon que nunca aconteceria, visto a natureza humana e sua sede de poder.

Mas claro que eles vão tentar.

Se olhar as pedras da Geórgia, vai encontrar lá, assim como nas normativas satanistas de Telema, ou mesmo nos transcritos do Clube Bill.

A Bíblia fala disso.

Eu não sei por quanto tempo conseguiremos impedir. Porém, é nossa obrigação resistir a essa total dominação. Quando falam em "Grande Reset" todos pensam em algo de fator econômico, porém, na minha opinião a pandemia já é o grande reset. E não estamos falando de teorias da conspiração aqui.

Se você dissesse em 1915 que os alemães exterminariam milhões de judeus, que os russos expurgariam milhões de outros russos, ou que Mao mataria outros milhões de fome, alguém provavelmente diria que era teoria da conspiração.

Conhece alguém que quer um governo mundial? Que sacrifica crianças no ventre? que quer uma só língua? que admite incesto? pedofilia e um monte de coisa que se abomina?

Não importa quantas batalhas se percam nessa guerra, desde que nunca venhamos a concordar com eles.

Nosso reino não é aqui, e não podemos esquecer. Muitos perderam a venda dos olhos com os últimos acontecimentos, e cabe a todos nós desvendarmos o máximo de outras pessoas.

Até Jesus voltar, nós temos que nos rebelar contra esses caras, e dizer para eles com podem até tentar...

Mas que de mão beijada, não.

Não mesmo.


Compartilhe

Últimas Postagens