Requerimento de avaliação pelo plenário, foi negado por Lewandowski

Em 2016, Caiado surge uma questão de ordem no Senado, questionando sobre qual seria a data certa para a indicação de um ministro para uma corte. 

Divulgação / Instagram

Requerimento de avaliação pelo plenário, foi negado por Lewandowski

Por Victor Vonn Serran - 13/10/2021

Em 2016, Caiado surge uma questão de ordem no Senado, questionando sobre qual seria a data certa para a indicação de um ministro para uma corte. Renan, presidente na época, disse que o prazo se inicia a partir da leitura da indicação, e não do relatório da comissão.

Assim, o entendimento era que, se existia um prazo para a sabatina acontecer, ele teria início na apresentação no diário do Senado. No caso de Mendonça, isso foi no dia 18/08, e por isso o Senador Espiridiao Amin, apresentou um requerimento de avaliação pelo plenário da Casa, que foi recusado pelo ministro Lewandowski por não querer interferir nas atribuições de cada poder.

Só que ao coletar como assinaturas da segunda questão de ordem após o entendimento de Lewandowski, alguns senadores lembraram de precedentes onde uma erguição pública foi feita por emergência, ignorando algumas etapas do regimento interno. A ideia chegou na AGU, e agora existe uma outra articulação onde estão tentando engolir Alcolumbre por fora.

Com uma declaração recente dada em veículos de imprensa, Alcolumbre reforça o argumento dos senadores que o acusam de obstrução ou padrão das indicações. É um plano complicado, mas de repente pode dar certo.

Agora é acompanhar e torcer.

Seria uma reviravolta e tanto.


Compartilhe

Últimas Postagens