Cookies management by TermsFeed Cookie Consent

Ministério credencia Fatec Sorocaba para projetos de TI com empresas

A Fatec Sorocaba obteve credenciamento no Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) que torna a unidade do Centro Paula Souza (CPS) apta a desenvolver projetos de pesquisa em parceria com empresas habilitadas.

Ministério credencia Fatec Sorocaba para projetos de TI com empresas Foto: Agência SP

Ministério credencia Fatec Sorocaba para projetos de TI com empresas

Ciência e Tecnologia Por: Alexandre Branco - 06/02/2022

A Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) Sorocaba obteve credenciamento no Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) que torna a unidade do Centro Paula Souza (CPS) apta a desenvolver projetos de pesquisa em parceria com empresas habilitadas, nos termos da Lei de Informática.

Na prática, a Fatec poderá, por meio de um convênio, colocar professores e alunos pesquisando meios de ajudar uma empresa a encontrar uma solução para um produto ou serviço, exclusivamente na área de Tecnologia da Informação e Comunicação. “A empresa financia a pesquisa e o governo federal dá a ela isenção fiscal”, explica o diretor de Serviços Acadêmicos da Fatec Sorocaba, Lucas Gabriel Brito de Oliveira.

A faculdade teve esse mesmo credenciamento entre 2003 e 2018 e nesse período executou dois projetos em parceria com empresas. Em maio de 2021, foi feita nova solicitação ao MCTI, deferida na última semana e publicada no Diário Oficial da União no dia 25 de janeiro de 2022.

O ex-diretor da Fatec, Luiz Carlos Rosa, à frente da unidade durante o processo de credenciamento, conta que, recentemente, uma empresa que produz baterias estacionárias – usadas, por exemplo, para trabalhos em florestas e locais de difícil acesso – procurou a faculdade em busca de uma solução para uma falha em seu produto. “A empresa precisava de um especialista para resolver seu problema. Nesse tipo de situação, nós poderíamos desenvolver um projeto de pesquisa para encontrar a resposta.”

Reconhecimento

Cada vez mais, o Centro Paula Souza (CPS) tem se voltado à pesquisa. Desde setembro do ano passado, o CPS passou a ser reconhecido como Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Esses institutos são organizações sem fins lucrativos de administrações públicas ou privadas, que têm como principal objetivo a criação e o incentivo a pesquisas científicas e tecnológicas.


Compartilhe