Palácio dos Tropeiros de Sorocaba comemora 40 anos de existência

Um ato cívico, realizado no fim da tarde desta terça-feira (15), marcou os 40 anos de existência do Palácio dos Tropeiros “Dr. José Theodoro Mendes”, sede do Poder Executivo de Sorocaba. Acompanhada de um exuberante pôr-do-sol, a cerimônia, realizada em frente ao Paço Municipal, na rampa de acesso, contou com a presença de diversas autoridades.

Palácio dos Tropeiros de Sorocaba comemora 40 anos de existência Foto: Michelle Alves / Secom Divulgação

Palácio dos Tropeiros de Sorocaba comemora 40 anos de existência

Cultura Por: Alexandre Branco - 16/06/2021

Um ato cívico, realizado no fim da tarde desta terça-feira (15), marcou os 40 anos de existência do Palácio dos Tropeiros “Dr. José Theodoro Mendes”, sede do Poder Executivo de Sorocaba. Acompanhada de um exuberante pôr-do-sol, a cerimônia, realizada em frente ao Paço Municipal, na rampa de acesso, contou com a presença de diversas autoridades.

Enquanto a noite chegava, o prédio aniversariante foi ganhando um colorido diferente. O Palácio dos Tropeiros foi contemplado com uma iluminação especial na cor azul, doada pela família Stecca, responsável pela construção do edifício à época. A solenidade contou com a participação da Banda Regimental de Música do CPI-7 (Comando de Policiamento do Interior). Na abertura do ato, foi realizada a execução do Hino Nacional, com hasteamento das bandeiras feito pelo prefeito Rodrigo Manga, pelo vereador e presidente da Câmara, Cláudio Sorocaba e por um dos homenageados, José Theodoro Mendes Júnior, filho de José Theodoro Mendes, que dá nome ao Palácio dos Tropeiros.

“Essa data tem uma importância histórica e grandiosa para a cidade, pois o nosso Paço Municipal é uma referência internacional. Eu fico muto feliz quando alguém visita Sorocaba e demonstra admiração pelo Palácio dos Tropeiros. Isso nos orgulha muito”, disse o prefeito Rodrigo Manga.

O secretário da Cultura (Secult), Luiz Antonio Zamuner, salientou que a arquitetura da edificação é um símbolo do pioneirismo e do desenvolvimento da cidade. “Quando este prédio foi construído, ele representou mais do que um edifício diferente, foi uma verdadeira descentralização do poder de Sorocaba, com um novo local abrigando as decisões políticas da cidade. Além disso, essa arquitetura é objeto de estudo e análise em diversas universidades no Brasil e no exterior”, destacou.

Inaugurado em 15 de junho de 1981, pelo então prefeito responsável pela obra, José Theodoro Mendes, o prédio foi projetado pelo arquiteto paulistano Luiz Arthur Guimarães Navarrete e recebeu o nome de Palácio dos Tropeiros em homenagem ao Tropeirismo, importante ciclo histórico da cidade.

A obra teve início em 1978 e foi realizada pela empresa Constecca, empresa ganhadora da licitação, de propriedade de Oswaldo José Stecca e sua esposa, Janet Stecca. A festa de inauguração, na época, contou com a presença do então senador André Franco Montoro e de um público estimado em duas mil pessoas.

Filha de Oswaldo José Stecca, a engenheira agrônoma e empresária Sílvia Stecca, também presente na cerimônia, relembrou o protagonismo da construção do Paço. “Ao desenvolver um projeto tão arrojado, em uma zona ainda tão inóspita da cidade, quem imaginava que ali, naquela região, se desenvolveria um importante polo industrial, que transformaria a importância do município de Sorocaba no nosso imenso Brasil. Atrás das indústrias, vieram condomínios e loteamentos para abrigar a população de trabalhadores, especialmente metalúrgicos, o que fomentaria o crescimento e a pujança de Sorocaba”, frisou.

“Nós só temos a agradecer à Prefeitura de Sorocaba por essa homenagem, que marca a comemoração dessa construção visionária, feita em 1981”, declarou o Dr. José Mendes Júnior, irmão do ex-prefeito José Theodoro Mendes.

O ex-prefeito Paulo Mendes, também presente na ocasião, enalteceu a comemoração. “Tive a felicidade de acompanhar as reuniões em 1979, quando víamos os esboços desse monumento sorocabano. O sentimento que nós temos com essa homenagem é de pura gratidão”, afirmou.

Ao final da cerimônia, uma placa comemorativa foi apresentada, oficializando o ato. A solenidade cumpriu todos os protocolos sanitários preventivos à pandemia da Covid-19, com uso de máscara, álcool em gel e mantendo o distanciamento social.

Patrimônio histórico de Sorocaba

O Palácio dos Tropeiros é tombado como patrimônio histórico de Sorocaba, pelo Decreto Municipal nº 24.000, de 27 de agosto de 2018, com Grau de Preservação 1, ou seja, com preservação da edificação internamente e externamente, devido às suas características arquitetônicas, com estilo que privilegia a verdade estrutural da edificação e caracterizado pelo concreto armado. O objetivo foi de garantir a preservação desse local de grande valor histórico para o município, além da identidade e memória cultural da população.

Referência até os dias de hoje, por suas linhas modernas e arrojadas, seu traçado foi inspirado em uma parábola, imaginada em ritmo crescente do 1º ao 6º andar do prédio, simbolizando o crescimento futuro do município. Anos depois da sua construção, o Palácio dos Tropeiros se confirmou realmente como um marco do desenvolvimento de Sorocaba. Construído em concreto e vidro, o prédio possui seis andares, com um elevador panorâmico, e é ponto turístico da cidade. No sexto andar, fica o gabinete do prefeito.

O Palácio dos Tropeiros está hoje no Parque do Paço e, em seu entorno, encontram-se o Teatro Municipal “Teotônio Vilela”, a Biblioteca Municipal “Jorge Guilherme Senger” e a Câmara Municipal de Sorocaba.

O Parque do Paço possui uma extensa área verde, com elementos paisagísticos, e é um dos pontos mais bonitos de Sorocaba. Sua localização e beleza, além da importância política e administrativa para a cidade, atraem inúmeras pessoas, que utilizam o espaço para a prática de esporte e lazer. Sua área é cercada por um lago artificial habitado por peixes e pássaros. Possui um jardim com gramado, flores e é muito arborizado, além de reunir parque infantil, ciclovia e uma pista de caminhada.


Compartilhe