Cine-Vagão retoma sessões em Votorantim durante o mês de novembro

Elas foram suspensas em março de 2020, por conta da pandemia de Covid-19, e serão reiniciadas atendendo aos protocolos sanitários vigentes.

Cine-Vagão retoma sessões em Votorantim durante o mês de novembro Foto: Divulgação

Cine-Vagão retoma sessões em Votorantim durante o mês de novembro

Cultura Por: Alexandre Branco - 10/11/2021

As sessões do projeto Cine-Vagão serão retomadas em Votorantim durante o mês de novembro. Elas foram suspensas em março de 2020, por conta da pandemia de Covid-19, e serão reiniciadas atendendo aos protocolos sanitários vigentes.

Todas as sessões serão realizadas na rua Leopoldo Ferreira, próximo ao cruzamento da via férrea com a avenida Luiz do Patrocino Fernandes, na Vila Dominguinho, às 19h30, com distribuição de ingressos a partir de 1 hora do início previsto e limitados a 50 por filme.

Nesta quinta-feira (11) será exibido o filme “As Aventuras de Robin Hood”, de 1938. As outras sessões terão: “O Mágico de Oz” (1939), no dia 16; "Metropolis" (1927), no dia 18; “A General” (1926), no dia 23; e “À Noite Sonhamos” (1945), fechando o projeto, no dia 25.

Será obrigatório apresentar comprovante (físico ou digital) com esquema vacinal completo (2 doses da Coronavac, AstraZeneca e Pfizer, ou dose única da Janssen); ou comprovante com a primeira dose e um teste negativo de Covid-19 do tipo PCR feito até 48h antes do horário do filme; ou teste negativo de antígeno realizado até 24h antes do filme (para todas faixas etárias, incluindo menores sem vacinação). Haverá medição de temperatura antes do ingresso no trem.

O uso de máscara durante a sessão é obrigatório. Haverá álcool em gel a ser disponibilizado aos espectadores.

Cine-Vagão

O Cine-Vagão é desenvolvido através do Fundo Municipal de Cultura (FMC), promovido pela Prefeitura de Votorantim, por meio da Secretaria de Cultura, Turismo e Lazer (Sectur). O projeto tem o intuito de apresentar clássicos do cinema entre 1930 a 1960, que também foram os anos do auge do transporte ferroviário no Brasil.

Ao todo serão quinze sessões, realizadas duas vezes por mês dentro de um carro de passageiros de 1951 da antiga Estrada de Ferro Sorocabana (EFS), o qual foi fornecido pela Sorocabana - Movimento de Preservação Ferroviária, em regime de parceria, à proponente do projeto, a jornalista votorantinense Juliane Cristine de Almeida.

Restaurado, o vagão é equipado internamente com uma sala de cinema dotada de projetor, sistema de som e gerador para funcionamento dos equipamentos.

Fundo Municipal de Cultura

O Fundo Municipal de Cultura – FMC foi criado pela lei 2471/2015 que instituiu o Sistema Municipal de Cultura, decorrente da adesão do Município ao Sistema Nacional de Cultura – SNC. O FMC é o principal mecanismo de financiamento das políticas públicas de cultura no município, com recursos destinados a programas, projetos e ações culturais implementados de forma descentralizada.


Compartilhe