Cookie Consent by TermsFeed Generator

Auxílio Brasil começa a ser pago neste mês de novembro, confira o calendário

Novo programa do governo federal substitui o Bolsa Família.

Auxílio Brasil começa a ser pago neste mês de novembro, confira o calendário Foto: Reprodução Jornal Contábil

Auxílio Brasil começa a ser pago neste mês de novembro, confira o calendário

Economia Por: Thiago Silva - 04/11/2021

Os pagamentos do novo benefício social do governo federal, o Auxílio Brasil, começarão a ser pagos agora em novembro. Apesar de substituir o Bolsa Família, o calendário de pagamento do Auxílio Brasil é o mesmo do programa antigo. Os primeiros contemplados serão aqueles com o Número de Inscrição Social (NIS) terminado em 1, que terá direito à primeira parcela no dia 17 de novembro.

A partir daí, o calendário segue com os pagamentos dependendo do número final do NIS. O último pagamento ocorrerá no dia 30 de novembro.

Novembro de 2021:

NIS final 1: 17 de novembro de 2021;

NIS final 2: 18 de novembro de 2021;

NIS final 3: 19 de novembro de 2021;

NIS final 4: 22 de novembro de 2021;

NIS final 5: 23 de novembro de 2021;

NIS final 6: 24 de novembro de 2021;

NIS final 7: 25 de novembro de 2021;

NIS final 8: 26 de novembro de 2021;

NIS final 9: 29 de novembro de 2021;

NIS final 0: 30 de novembro de 2021.

Já em dezembro, os pagamentos do benefício serão feitos a partir do dia 10, seguindo o mesmo modelo do calendário do Auxílio Brasil de novembro.

Dezembro de 2021

NIS final 1: 10 de dezembro de 2021;

NIS final 2: 13 de dezembro de 2021;

NIS final 3: 14 de dezembro de 2021;

NIS final 4: 15 de dezembro de 2021;

NIS final 5: 16 de dezembro de 2021;

NIS final 6: 17 de dezembro de 2021;

NIS final 7: 20 de dezembro de 2021;

NIS final 8: 21 de dezembro de 2021;

NIS final 9: 22 de dezembro de 2021;

NIS final 0: 23 de dezembro de 2021.

O governo federal informou que o pagamento será feito de forma automática para aqueles que têm direito a receber o benefício. Além disso, o valor médio terá um aumento médio de 17,84% em relação ao antigo Bolsa Família, chegando a cerca de R $ 220,00.

A ideia do governo é conseguir elevar o valor para R $ 400 já em dezembro, dependendo da aprovação da PEC dos Precatórios. Com isso, o aumento seria pago até dezembro de 2022.

(Informações do PN)


Compartilhe