SP anuncia investimento em moradia, estrada e infraestrutura na região de Sorocaba

O governo anunciou sexta-feira (24) mais de R$ 90 milhões em investimentos para construção de unidades habitacionais, infraestrutura urbana e recuperação de rodovia nos municípios de Tatuí, Tietê e Boituva, na região de Sorocaba.

SP anuncia investimento em moradia, estrada e infraestrutura na região de Sorocaba Foto: CDHU

SP anuncia investimento em moradia, estrada e infraestrutura na região de Sorocaba

Economia Por: Alexandre Branco - 26/09/2021

O governo paulista anunciou nesta sexta-feira (24) mais de R$ 90 milhões em investimentos para construção de unidades habitacionais, infraestrutura urbana e recuperação de rodovia nos municípios de Tatuí, Tietê e Boituva, na região de Sorocaba.

Em Tatuí, foram entregues 552 unidades habitacionais do empreendimento Vida Nova Tatuí 3. O investimento na modalidade Nossa Casa Apoio foi de R$ 7,1 milhões. A verba foi disponibilizada na forma de subsídio para que as famílias de baixa renda tivessem acesso à aquisição da casa própria.

A modalidade Nossa Casa Apoio repassa recursos a famílias com até três taxas de acordo para aquisição de moradias em empreendimentos experimentais pela Secretaria da Habitação. Esse subsídio será usado para abater o valor final na assinatura do contrato de financiamento habitacional. A demanda é aberta a todos que se enquadrarem nos critérios do programa e aprovada pela Caixa Econômica Federal, que concederá o financiamento habitacional das moradias.

Também em Tatuí, o Governo do Estado autorizou a abertura de licitação para a construção de mais 160 apartamentos pela CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano). O investimento é de R$ 30,5 milhões. Os imóveis a serem construídos precisam dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e área útil de 59,34 metros quadrados.

Para Boituva haverá o investimento de R$ 35,5 milhões para a construção de 186 apartamentos da CDHU. O empreendimento terá unidades com dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e área útil de 44,70 a 58,67 m².

Foram repasses autorizados para infraestrutura urbana através da Secretaria de Desenvolvimento Regional. Em Tatuí será de R$ 2 milhões. O município de Boituva foi contemplado com R$ 1 milhão e Tietê, com R$ 700 mil. A SDR aguarda as prefeituras encaminharem os projetos executivos para a formalização dos convênios.

Poupatempo em Tietê

Para Tietê foi anunciado a implantação do Poupatempo. A nova unidade de atendimento, a não anunciada na Região Administrativa de Sorocaba e a 85ª do plano de expansão do programa, prevê postos mais compactos e com foco no digital.

O posto contará com sistema Balcão Único e atendentes multitarefas. Além disso, terá capacidade para realizar cerca de 130 atendimentos por dia, com investimento de R$ 130 mil do Estado. Até o momento, 14 novas unidades já foram inauguradas com essa estrutura. A parceria permite ainda a inclusão de serviços municipais nos canais digitais do Poupatempo.

Tietê foi contemplada com investimento de R$ 21,3 milhões para pavimentação de 14 milhas da Estrada Vicinal Frederico Zambianco, pelo Programa Novas Estradas Vicinais. Em Boituva, o Governo de São Paulo confirmou a liberação de recursos para concluir as obras do Fórum da Comarca. O investimento total é de R$ 8,5 milhões.

Programa Rotas Rurais

O Governo do Estado assinou com os municípios de Tatuí, Tietê e Boituva o convênio do Programa Rotas Rurais. A iniciativa é pioneira e prevê o mapeamento de propriedades rurais, rurais e estradas rurais do município de Penápolis.

Por meio do programa, será possível criar um código de endereçamento rural digital, semelhante ao CEP, só que personalizado. Além disso, o georreferenciamento vai mostrar como é o traçado das vias rurais que chegam a cada propriedade, por meio da utilização de ferramentas digitais, como o Waze e o Google Maps.

A partir do endereço digital, o produtor rural ganha o direito de receber correspondência, efetuar compras on-line, obter crédito, melhorar o escoamento da produção e, principalmente, acesso a serviços básicos de saúde e segurança. O objetivo é criar endereços digitais para aproximadamente 350 mil propriedades rurais no Estado.

(Com informações da Agência SP)


Compartilhe