Cookies management by TermsFeed Cookie Consent

Mais de R$ 95,5 milhões de ISS do Programa de Concessões de Rodovias Paulistas são repassados para a região de Sorocaba

No ano de 2021, 44 prefeituras de Sorocaba foram beneficiadas com mais de R$ 95,5 milhões em repasses provenientes do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISS-QN), de acordo com balanço da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). 

Mais de R$ 95,5 milhões de ISS do Programa de Concessões de Rodovias Paulistas são repassados para a região de Sorocaba Foto: Divulgação

Mais de R$ 95,5 milhões de ISS do Programa de Concessões de Rodovias Paulistas são repassados para a região de Sorocaba

Economia Por: Alexandre Branco - 08/02/2022

No ano de 2021, 44 prefeituras de Sorocaba foram beneficiadas com mais de R$ 95,5 milhões em repasses provenientes do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISS-QN), de acordo com balanço da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). Os valores arrecadados incidem sobre as tarifas de pedágio das rodovias estaduais que integram o Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo. Desde 2000, quando o ISS foi incorporado, um montante de mais de R$ 1,12 bilhão já foi repassado às cidades da região.

O cálculo do ISSQN é realizado de acordo com a Lei Complementar 116/03, com base na extensão de cada município na rodovia coberta pelo pedágio. A alíquota do imposto é definida por legislações federal e municipal. Desta forma, cada município também é responsável pela regulamentação da alíquota de imposto a ser recebida - que pode variar entre 2% e 5% do montante arrecadado, conforme estipulado na lei federal. A verba pode ser utilizada livremente pelas prefeituras nas áreas de saúde, segurança, educação, transporte, infraestrutura ou na área em que o município considere como prioritária.

A quantia arrecadada na região de janeiro a dezembro de 2021 apresentou um aumento de 14,6% em comparação ao mesmo período do ano anterior, quando chegou-se à marca de R$ 83,3 milhões repassados. Entre os municípios da região, a cidade que recebeu maior volume de ISSQN foi Itú, com mais de R$ 15,7 milhões repassado no ano de 2021.

ISS no Estado

No ano de 2021, cerca de R$ 595 milhões em arrecadações no Estado foram compartilhados entre as 323 prefeituras atendidas pelo Programa de Concessões Rodoviárias. Desde 2000, ano em que o imposto começou a incidir sobre as tarifas de pedágio, os repasses para as prefeituras totalizaram mais de R$ 6,7 bilhões, quantia equivalente a mais de 11,2 milhões de cestas básicas, cada uma com custo médio de R$ 567, segundo a FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) e 66,3 milhões de botijões de gás, com valor de R$ 100,92, segundo a Petrobrás.

Com o desenvolvimento do Programa de Concessões Rodoviárias, cada vez mais municípios são beneficiados com o repasse de ISSQN. De 2020 para 2021, houve um salto de 30 cidades paulistas beneficiadas pelo repasse. Isso ocorreu por conta da concessão do Lote Piracicaba-Panorama, a maior concessão rodoviária do Brasil, com 1.273 quilômetros de rodovias concedidas. Além disso, no ano passado, o programa de concessão gerou mais de 26 mil empregos diretos e indiretos, distribuídos pelas 20 concessionárias de rodovias.

O Programa de Concessões Rodoviárias é responsável pelo desenvolvimento regional de todos os municípios atendidos. Além de melhorias das estradas e rodovias que abrangem as cidades de São Paulo, o programa mantido pela Artesp permite o repasse do ISSQN. “Esse recurso pode ser utilizado nas áreas de preferência de cada região, conforme a demanda da população local”, afirma Milton Persoli, diretor-geral da Artesp.


Compartilhe