Cookies management by TermsFeed Cookie Consent

CIESP Sorocaba empossa diretoria e conselho para mandato 2022-2025

A Regional Sorocaba do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP) realizou, no dia 24 de fevereiro, uma reunião on-line para empossar a diretoria e o conselho eleitos para mandato 2022-2025.

CIESP Sorocaba empossa diretoria e conselho para mandato 2022-2025 Foto: Divulgação

CIESP Sorocaba empossa diretoria e conselho para mandato 2022-2025

Economia Por: Alexandre Branco - 08/03/2022

A Regional Sorocaba do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP) realizou, no dia 24 de fevereiro, uma reunião on-line para empossar a diretoria e o conselho eleitos para mandato 2022-2025.

A atual gestão do CIESP Sorocaba, que tem na diretoria o empresário Erly Domingues de Syllos como diretor titular, além de Mario Tanigawa e Nelson Cancellara como 1º e 2º vice-diretores, respectivamente, foi reeleita em julho de 2021 pelos representantes do setor industrial, que votaram na chapa local e também na chapa estadual.

O encontro contou com a participação do presidente eleito do CIESP, Rafael Cervone, que fez a abertura do encontro e destacou as plataformas de sua gestão, em parceria com o presidente da FIESP, Josué Gomes.

“Nossa gestão será muito próxima das regionais. Nosso maior patrimônio são as pessoas e tenho total confiança na equipe, especialmente na diretoria de Sorocaba, para nos ajudar a fazer uma transformação no CIESP. Temos que inovar e ousar, mas não podemos perder o DNA dessa entidade que foi fundada em 1928 e que hoje tem 7.500 associados”, ressaltou Cervone, salientando também a presença do associado Carlos Delich, da ZF do Brasil, que é uma das empresas associadas mais antigas do CIESP.

Cervone também abordou dois temas que estão sendo discutido pelo CIESP e pela FIESP. “Hoje o mundo todo está discutindo política industrial e não podemos ficar alheios a isso. Estamos levantando esse tema junto às autoridades federias, pois queremos discutir a importância do setor industrial para o Brasil e para a sociedade como um todo. A descarbonização é outra vertente forte que estamos discutindo com as empresas dos setores automobilístico e do agronegócio, pois precisamos entender a vocação do Brasil nessa questão e tomarmos decisões acertadas para o nosso futuro”, disse o presidente.

Na ocasião, o diretor titular do CIESP Sorocaba, Erly Domingues de Syllos, salientou o fato da FIESP e do CIESP terem hoje duas lideranças que estão totalmente integradas. “Tivemos uma excelente gestão do Paulo Skaf, totalmente comprometida com as entidades FIESP/CIESP e alinhada com a regional do CIESP Sorocaba, mas nessa gestão termos o Rafael Cervone, concentrado nos assuntos do CIESP e com excelente alinhamento com o Josué Gomes, na presidência da FIESP, a regional de Sorocaba, associados e conselheiros têm muito a ganhar”, destacou.

Syllos ressaltou também a relevância da capacitação para aumentar a competitividade das micro, pequenas e médias indústrias. “Temos uma aproximação muito grande com o SESI e com o SENAI, assim como com as faculdades e universidades e com o Parque Tecnológico de Sorocaba, mas temos que avançar muito ainda na transformação digital. A Indústria 4.0 vai ser um dos motes principais que vamos trabalhar porque as micro, pequenas e médias indústrias estão ainda em um nível de qualificação muito baixo e as grandes indústrias sofrem com isso, uma vez que não encontram fornecedores com inovação tecnológica para sua cadeia de suprimentos”, observou.

O secretário de Desenvolvimento, Trabalho e Turismo (Sedettur) de Sorocaba, Robson Coivo, também participou da reunião representando o prefeito Rodrigo Manga. “Reafirmo nosso o compromisso de estreitarmos a relação entre o poder público e as empresas da nossa cidade através do CIESP Sorocaba, pois sabemos da importância dessa entidade no conselho da nossa administração. O contato direto com a diretoria do CIESP, assim como a aproximação com outras entidades de classe que participam ativamente desse governo, fez com que nossa cidade se tornasse protagonista não somente no estado, como também em todo o País. Em 2021, nossa cidade recebeu investimentos de mais de R$ 2 bilhões em novas empresas e na ampliação das empresas existentes. Foi uma das cidades que mais gerou empregos na indústria em todo o estado de São Paulo no ano passado e, segundo o Caged, que gerou mais empregos nos últimos 14 anos”, destacou Coivo.

O secretário disse ainda que a prefeitura de Sorocaba segue buscando ações no sentido da desburocratização. “Nós criamos o Grupo de Análise Conjunta e Projetos Especiais (Gape), por meio do qual já foram atendidas mais de 22 empresas, visando apoiar seus cronogramas de instalação em Sorocaba. Além disso, nossa cidade está caminhando para a burocratização através de um projeto de digitalização de todos os processos, uma vez que a secretaria de Desenvolvimento é a porta de entrada de qualquer investimento e ampliação na prefeitura”, concluiu Coivo, anunciando que a secretaria irá apresentar, em breve, uma nova e mais moderna lei de incentivo fiscal.

O secretário disse ainda que a prefeitura de Sorocaba segue buscando ações no sentido da desburocratização. “Nós criamos o Grupo de Análise Conjunta de Projetos Especiais (Gape), por meio do qual já foram atendidas mais de 22 empresas, visando apoiar seus cronogramas de instalação em Sorocaba. Além disso, nossa cidade está caminhando para a desburocratização com a aquisição de um software estamos definindo um projeto de digitalização para o protocolo de todos os processos, uma vez que a secretaria de Desenvolvimento é a porta de entrada de qualquer investimento e ampliação na prefeitura”, concluiu Coivo, anunciando que a secretaria irá apresentar, em breve, uma nova e mais moderna lei de incentivo fiscal, contando com a participação e opinião da diretoria do CIESP Sorocaba, conselheiros e empresas associadas, na reformulação da lei, para que seja apresentada à Câmara Municipal.

Na ocasião, a gerente regional do CIESP Sorocaba, Eva Paulino, apresentou os resultados financeiros dos últimos quatro anos e nomeou os 43 conselheiros, titulares e suplentes e anunciou o licenciamento do 2º vice-diretor, Nelson Cancellara, uma vez que o mesmo ocupa o cargo de presidente do Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS), desde 2021.

Já o especialista em tecnologia do Núcleo de Tecnologia e Inovação do SENAI Sorocaba, João Neto, fez uma apresentação sobre a “Jornada SENAI para a Transformação Digital”, com exemplos de empresas que otimizaram seus processos produtivos a partir da implantação de novas tecnologias.

Além dos conselheiros empossados, também participaram do encontro lideranças de outras entidades, tais como: Maristela Honda, presidente do Seconci-SP e vice-presidente do SindusCon; Júlio César Martins, diretor do SESI Sorocaba, Votorantim e Itapetininga; Jocilei Oliveira, diretor do SENAI Sorocaba; Adriano Secco, diretor do SENAI Mairinque; Luis Meiken, presidente da ACSO (Associação Comercial de Sorocaba); Antônio Roberto Beldi, vice-presidente do CIESP; Marcos Zavanella e Jorge Funaro, conselheiros regionais do CIESP, entre outros.

Outras informações as atividades do CIESP Sorocaba, acesse www.ciespsorocaba.com.br.


Compartilhe