Capela do Alto promove testagem em massa de alunos da rede municipal de ensino

A Prefeitura de Capela do Alto (SP) iniciou nesta terça-feira (24) uma testagem em massa em todos os alunos do 6º ao 9º ano do ensino municipal e 1°, 2° e 3° do ensino médio na rede estadual.

Capela do Alto promove testagem em massa de alunos da rede municipal de ensino Foto: Divulgação

Capela do Alto promove testagem em massa de alunos da rede municipal de ensino

Educação Por: Alexandre Branco - 25/08/2021

A Prefeitura de Capela do Alto (SP) iniciou nesta terça-feira (24) uma testagem em massa em todos os alunos do 6º ao 9º ano do ensino municipal e 1°, 2° e 3° do ensino médio na rede estadual.

Serão aplicados os testes rápidos, que identificam se o aluno possui anticorpos contra a Covid-19 por já ter tido contato com o coronavírus. Segundo a Secretaria da Educação "os testes serão realizados com o objetivo de buscar uma amostragem de casos nesse público e garantir a prevenção contra a doença, principalmente após o retorno presencial dos alunos em sala de aula".

O prefeito municipal Péricles Gonçalves - Kéke, ressaltou a importância da ação. “Nossos alunos do Ensino Fundamental e Médio terão oportunidade de serem testados. Para os casos que o teste for positivo, todos serão orientados e encaminhados à próxima etapa, a qual garante proteção à saúde dos alunos. 99% dos capelenses com 18 anos ou mais já foram vacinados com pelo menos uma dose da vacina, agora articulamos sempre novas estratégias para garantir a saúde de nossos pequenos nas escolas, principalmente com o retorno presencial nas unidades escolares. Capela do Alto é uma das primeiras cidades a realizarem esse tipo de trabalho. "Iniciamos a vacinação em adolescentes com comorbidades e até setembro iremos vacinar todos com 12 anos ou mais, mas enquanto isso não ocorre, precisamos garantir que todos estejam seguros contra o vírus”, disse o prefeito Keké.

A iniciativa é fruto da parceria com a UniFSP - Centro Universitário Sudoeste Paulista e Instituto FioCruz. Todas as escolas do 6° ao 9° serão atendidas e a expectativa é testar aproximadamente 2.000 alunos da rede municipal.

A testagem não é obrigatória, mas os alunos cujos pais autorizarem serão inseridos no cronograma estabelecido para cada unidade escolar.


Compartilhe