Rogério Caboclo é afastado da presidência da CBF

A Comissão de Ética da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu, neste domingo (6), afastar Rogério Cabloco da presidência da entidade máxima de futebol brasileiro, por 30 dias, após denúncia de assédio sexual.

Rogério Caboclo é afastado da presidência da CBF Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Rogério Caboclo é afastado da presidência da CBF

Esporte Por: Alexandre Branco - 06/06/2021

A Comissão de Ética da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu, neste domingo (6), afastar Rogério Cabloco da presidência da entidade máxima de futebol brasileiro, por 30 dias, após denúncia de assédio sexual.

O trabalho investigativo interno da CBF começa nesta segunda-feira (7), conforme previsto no regimento interno da entidade, e vai apurar denúncia formal de assédio moral e sexual contra Caboclo feita por uma funcionária de confiança e que trabalha há 9 anos na CBF. 

Documento enviado à Comissão de Ética e à Diretoria de Governança e Conformidade da CBF, na última sexta-feira (4), é recheado de detalhes e provas.

A denúncia ganhou grande repercussão na mídia nacional e internacional. Diretoria de Governança e Conformidade na última sexta-feira (4).

Em nota pública, a defesa de Rogério Caboclo informou “que ele nunca cometeu nenhum tipo de assédio. E vai provar isso na investigação da Comissão de Ética da CBF.”

Também por meio de nota, a CBF informou, que recebeu na tarde deste domingo (6) a decisão da Comissão de Ética do Futebol Brasileiro suspendendo temporariamente o presidente Rogério Caboclo do exercício de suas funções.

"Seguindo o Estatuto da entidade, toma posse interinamente, por critério de idade, o vice-presidente Antônio Carlos Nunes de Lima. A decisão é sigilosa e o processo tramitará perante a referida Comissão, com a finalidade de apurar a denúncia apresentada".

(Da Redação)


Compartilhe