Cookie Consent by TermsFeed Generator

Novak Djokovic “será um símbolo do mundo livre”, diz pai do tenista

Srdjan Djokovic, pai do tenista sérvio Novak Djokovic não perdeu a oportunidade de defender seu filho publicamente. O atual número 1 do mundo em seu esporte, teve seu visto de entrada na Austrália cancelado e foi barrado no aeroporto de Melbourne

Novak Djokovic “será um símbolo do mundo livre”, diz pai do tenista Foto: Novak Djokovic.com/ en

Novak Djokovic “será um símbolo do mundo livre”, diz pai do tenista

Esporte Por: Alexandre Branco - 07/01/2022

Srdjan Djokovic, pai do tenista sérvio Novak Djokovic não perdeu a oportunidade de defender seu filho publicamente. O atual número 1 do mundo em seu esporte, teve seu visto de entrada na Austrália cancelado e foi barrado no aeroporto de Melbourne, na quarta-feira (5), quando chegou para o Torneio Aberto da Austrália, por não ter se vacinado contra o coronavírus.

Em declaração à imprensa sérvia, Srdjan atacou as autoridades australianas. “Meu filho está em cativeiro esta noite, mas nunca esteve tão livre. A partir de hoje, Novak se tornará um símbolo e líder do mundo livre, o líder dos países e povos oprimidos. Mostrou que mesmo um pequeno país heróico como a Sérvia pode ter o maior atleta de todos os tempos. Isso não pode ser escondido. Você pode ser preso hoje ou amanhã, mas a verdade sempre encontra seu caminho. Novak luta pela igualdade de todas as pessoas do planeta, não importa a que Deus orem ou quanto dinheiro tenham”, disse o pai eufórico.

E continuou: “O mundo rico pode não permitir que Novak continue jogando tênis, mas vai revelar sua verdadeira face e um jogo muito mais sério terá início. De um lado, haverá membros gananciosos e arrogantes da oligarquia mundial e, de outro, um mundo libertário e orgulhoso que ainda acredita na justiça e na verdade”, enfatizou Srdjan ao alecar razões políticas estão por trás dessa decisão.

E alfitenou: “O que podemos fazer se eles não o deixarem jogar? Vamos esperar Roland Garros e o 21º Grand Slam”.

A ministra australiana da Administração Interna, Karen Andrews, em entrevista à ABC, garantiu Novak Djokovic não está preso, detido ou impedido de deixar o país e que o tenista sérvio até terá ajuda para voltar para a casa se essa for a sua decisão.

“O senhor Djokovic não está mantido em cativeiro. É livre de sair quando quiser e a Força de Fronteira irá seguramente possibilitar isso. “É da responsabilidade do indivíduo garantir que possui toda a documentação necessária para entrar na Austrália”, disse a ministra.


Compartilhe