DN Handebol recebe chancela da Confederação Brasileira para desenvolver o mini-handebol

A Associação Esportiva Educativa DN (AEEDN), equipe de esporte, lazer e recreação com sede em Votorantim, é a única da Região Metropolitana de Sorocaba

DN Handebol recebe chancela da Confederação Brasileira para desenvolver o mini-handebol Foto: Divulgação

DN Handebol recebe chancela da Confederação Brasileira para desenvolver o mini-handebol

Esporte Por: Alexandre Branco - 12/10/2021

A Associação Esportiva Educativa DN (AEEDN), equipe de esporte, lazer e recreação com sede em Votorantim, é a única da Região Metropolitana de Sorocaba chancelada pela Confederação Brasileira de Handebol para utilizar a metodologia do mini-handebol, modalidade voltada ao desenvolvimento do respeito, coletividade, solidariedade e cooperação e que visa promover a sociabilização das crianças.

O coordenador e professor da AEEDN, Tiago Nordi, o Alemão, explica que a chancela da maior entidade que regula o esporte no País também garante aos profissionais cursos de capacitação que seguem os parâmetros da seleção brasileira, bem como o envio de materiais de treinamentos, entre eles o gol adaptado, que serão utilizados, sobretudo, nas escolas.

Diferente do handebol tradicional, no mini-handebol, também conhecido como mini-hand, só existem cinco jogadores de cada lado. Também não há a inclusão de reservas. Antes de Votorantim, ele contava com a chancela da Confederação Brasileira apenas em São Paulo, Capital, e nos municípios paulistas de Catanduva, Novais, Pratânia e São José da Bela Vista.

Conforme a presidente da AEEDN, Cláudia Dallacqua, o objetivo da Associação é levar o handebol – modalidade que colabora para o desenvolvimento da coordenação motora –, principalmente às crianças e jovens de baixa renda. “Este reconhecimento por parte da Confederação Brasileira só nos motiva ainda mais e nos mostra que estamos no caminho certo”, comemora.

Tiago Alemão destaca que o apoio do secretário de Esporte de Votorantim, Manoel Corrêa Neto, foi essencial para a conquista da chancela. “Isso significa que vamos poder proporcionar o melhor para todos os envolvidos, ter acesso aos cursos, materiais, capacitações e fazer parte das principais ações da modalidade no Brasil”, detalha.

A AEEDN, que conta ainda com a parceria da Escola Educativa DN Handebol, fundada em 2014, tem também em seu grupo de trabalho a professora Ariane de Castro. “Juntos pretendemos fazer com que Votorantim seja referência em handebol no País. Estamos, pouco a pouco, nos estruturando para isso”, finaliza Cláudia.


Compartilhe