Ataques na Síria deixam ao menos 22 mortos

O país está em guerra há 10 anos.

Ataques na Síria deixam ao menos 22 mortos Foto: Reprodução AFP

Ataques na Síria deixam ao menos 22 mortos

Geral Por: Thiago Silva - 20/10/2021

Segundo a rede de TV estatal do país, duas bombas explodiram em Damasco, capital da Síria, vitimando 14 militares locais. Pouco tempo depois, em ação de represália, um bombardeio executado pelo exército, em uma província controlada por grupos opositores de Bashar Al-Assad, deixou ao menos mais 8 mortos, sendo 5 civis.

O ônibus que transportava os 14 militares, passava pela ponte Hafez Al-Assad, na área central da capital da Síria, quando explodiu devido a dispositivos conectados no veículo e na ponte, uma terceira bomba foi desarmada pelos peritos. A suspeita é que o atentado seja de autoria de núcleos do Estado Islâmico, que ainda operam na região.

Não se havia registrado um ataque mais mortal como esse desde 2017, quando o Estado Islâmico realizou um atentado que vitimou 30 pessoas em Damasco, ataques como esse têm se tornado cada vez mais raro, pois o exército toma conta da maior parte do país hoje com o apoio russo e iraniano ao governo de Bashar Al-Assad. 

Após o ataque, o exército sírio bombardeou a região de Ariha, no noroeste do país, o município fica localizado próximo a província de Idlib, um dos principais pontos de concentração opositora do governo de Al-Assad, que conta com grupos vencidos de diversas partes do país. O ataque matou 8 pessoas e deixou outras 26 feridas. 

A guerra na Síria já completa dez anos e deixou mais de 400 mil mortos e 5 milhões de refugiados.


Compartilhe