Bolsonaro participa do culto de celebração pelos 106 anos da Assembleia de Deus em Roraima

Presidente participou do culto e discursou para os fiéis.

Bolsonaro participa do culto de celebração pelos 106 anos da Assembleia de Deus em Roraima Foto: Reprodução JM Noticia

Bolsonaro participa do culto de celebração pelos 106 anos da Assembleia de Deus em Roraima

Geral Por: Thiago Silva - 27/10/2021

Na tarde desta ultima terça feira (26), o presidente Bolsonaro participou do culto em celebração ao 106 anos da igreja Assembleia de deus em Roraima, o evento ocorreu na sede estadual da igreja na capital Boa Vista, durante o culto Bolsonaro discursou aos fiéis e comentou a possibilidade de ter um evangélico na corte do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Temos conversado muito e teremos, pela primeira vez, um pastor indicado ao STF”, disse ele, referindo-se ao pastor André Mendonça.

O pastor Isamar Ramalho, presidente da Igreja Assembleia de Deus, comentou sobre o evento e sobre a visita do presidente.

“A igreja está completando 106 anos de existência em Roraima. Quando o Estado não era nada a Assembleia já estava aqui. O Estado cresceu e prosperou e a igreja continua aqui, com pouco mais de 50 mil membros e louvamos a Deus porque o presidente aceitou o nosso convite para participar desse culto que fecha o aniversario de 106 anos”.

Dentre vários assuntos, o presidente também comentou sobre a economia do país, enfatizando sobre o problema no aumento da pobreza causado pelo fechamento de comércios durante a pandemia, medida essa adotada por alguns prefeitos e governadores.

“Em muitos locais, tiraram o direito de ir e vir fecharam empresas, fecharam igrejas. Quem são eles? Que conhecimento de Medicina eles têm? Não tinham conhecimento nenhum”, afirmou.

Além do presidente, também participaram o ministro da Defesa, general Braga Netto; o ministro da Cidadania, João Roma; o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres; o ex-senador Magno Malta; o deputado federal Hiran Gonçalves; o deputado federal Nicoletti; e o governador Antonio Denarium.


Compartilhe