Cookie Consent by TermsFeed Generator

Secretário municipal de São Paulo é exonerado após apoiar opositor de Dória

Prefeito Ricardo Nunes foi pressionado por aliados de Dória para que houvesse a demissão.

Secretário municipal de São Paulo é exonerado após apoiar opositor de Dória Foto: Reprodução redes sociais

Secretário municipal de São Paulo é exonerado após apoiar opositor de Dória

Geral Por: Thiago Silva - 09/11/2021

O secretário municipal de Habitação, Orlando Faria, foi exonerado do cargo pelo prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), o fato ocorreu após Orlando demonstrar apoio a Eduardo Leite (PSDB), o opositor mais forte de João Dória dentro do partido, ambos estão disputando as prévias para decidir quem irá concorrer a presidência pela sigla no ano que vem.

Segundo a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, aliados do governador João Dória pressionaram Nunes pela exoneração.

Para os aliados de Dória, o apoio público de um secretário a um concorrente direto do governador não é adequado, ainda mais pelo fato de que a pasta que Orlando comandava, recebe muitas verbas estaduais. Eles cobraram que o Orlando mantivesse postura semelhante à de outros secretários que, apesar de terem a intenção de votar em Leite, não manifestaram apoio publicamente.

O ex-secretário organizou uma recepção para Eduardo Leite no ultimo sábado (6), em são João da Boa Vista, São Paulo. A estratégia de Leite contra Dória é justamente buscar aliados que pertenciam ao meio do ex-prefeito de São Paulo Bruno Covas, que morreu devido a um câncer em maio deste ano. Orlando era um dos mais próximos do ex-prefeito.

O PSDB vive um clima de “guerra” interna em meio às prévias para escolher o presidenciável pela sigla nas eleições de 2022. Os três pré-candidatos são o governador de São Paulo, João Dória, e o do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, além do ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio.


Compartilhe