Cookies management by TermsFeed Cookie Consent

Se Adélio fosse um lobo solitário, existiria tanto sigilo? Questiona Ana Paula Henkel.

Comentarista questionou a falta de clareza nas investigações.

Se Adélio fosse um lobo solitário, existiria tanto sigilo? Questiona Ana Paula Henkel. Foto: Jovem Pan

Se Adélio fosse um lobo solitário, existiria tanto sigilo? Questiona Ana Paula Henkel.

Geral Por: Thiago Silva - 05/01/2022

Durante a edição desta terça-feira (4) do programa Os Pingos nos Is, a comentarista política da Jovem Pan News, Ana Paula Henkel, questionou a falta de clareza nas investigações que envolvem o atentado sofrido pelo presidente Bolsonaro em setembro de 2018, no qual o mesmo, foi atingido por um golpe de faca desferido por Adélio Bispo.

De acordo com ela, não existem respostas claras sobre a apuração do caso.

“Até agora, as respostas não são claras, e, aí, fica a dúvida: o que está impedindo essa investigação de continuar, de seguir num rumo que traga respostas pertinentes? É a PF, ou existe algum político envolvido? Não foi explicado até hoje aquele falso álibi do nome do Adélio estar na entrada da Câmara dos Deputados” questionou.

Os questionamentos surgiram enquanto o programa noticiava o estado de saúde do presidente, que foi internado na ultima segunda-feira (3) com um quadro de suboclusão intestinal, problema derivado do atentado.

Na ocasião, a comentarista desejou melhoras ao presidente e pediu que as investigações sobre o crime praticado contra Bolsonaro sejam aprofundadas.

“Se Adélio fosse realmente um lobo solitário, será que estaria existindo tanto sigilo em volta dessas investigações? Nós seguimos desejando melhoras ao presidente Bolsonaro, mas também desejamos que as investigações sejam aprofundadas e as respostas comecem a aparecer para a população brasileira” finalizou.


Compartilhe