Cookies management by TermsFeed Cookie Consent

Jovem Pan sofre massivo boicote nas redes sociais.

Demissões de Adrilles Jorge e Bruna Torlay foram o estopim para a revolta da web e consequente cancelamento.

Jovem Pan sofre massivo boicote nas redes sociais. Foto: Redes sociais

Jovem Pan sofre massivo boicote nas redes sociais.

Geral Por: Thiago Silva - 10/02/2022

A Jovem Pan passa por uma turbulência em seus bastidores, que se mostra visível diante das telas, tudo por conta das recentes demissões dos comentaristas Adrilles Jorge e Bruna Torlay.

A demissão de ambos não agradou em nada o público da emissora que rapidamente se revoltou na web chegando a levantar no Twitter nesta quarta-feira (9) a #BoicoteJovemPan, a tag chegou a ser o assunto mais comentado da rede social.

Muitos dos comentários acusam a Jovem Pan de “esquerdar” e cada vez mais ceder ao famoso “cancelamento”, atitude essa que fez a emissora perder muitos seguidores nas suas redes sociais e ser duramente criticada.

Sobre as demissões dos comentaristas, as motivações são duvidosas; No caso de Bruna Torlay, o comentário que causou sua demissão foi feito no dia 22 de dezembro quando a mesma acusou a Receita Federal de corrupção, ela acabou sendo processada pela instituição e a emissora foi pressionada desde então até que acabou cedendo e demitindo a comentarista na segunda-feira (7).

Já a demissão de Adrilles Jorge, ocorrida nesta quarta feira (9), foi a que mais causou revolta, pois o comentarista teve seu costumeiro “tchauzinho” dado ao fim do programa comparado erroneamente com a saudação romana comummente usada na época governamental de Adolf Hitler.

Existem diversos vídeos mostrando Adrilles dando o mesmo tchau com a mão direita erguida em diferentes situações, por isso muito se especula que a demissão foi proposital e oportuna já que o comentarista atacava o comunismo e questionava as mais de 80 milhões de mortes causadas pelo regime de Stalin.

Além do boicote, existem também movimentos pedindo a reintegração de ambos ao quadro de funcionários da emissora como forma de se fazer justiça.


Compartilhe