Cookies management by TermsFeed Cookie Consent

STJ mantém prisão preventiva de ex-deputada federal Flordelis

Tribunal justifica decisão prevendo uma possível fuga da ex-parlamentar.

STJ mantém prisão preventiva de ex-deputada federal Flordelis Foto: Agência Brasil

STJ mantém prisão preventiva de ex-deputada federal Flordelis

Geral Por: Thiago Silva - 26/04/2022

Nesta terça-feira (26) a 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça negou provimento ao recurso em Habeas Corpus ajuizado pela defesa da ex-parlamentar, Flordelis, que está encarcerada desde agosto de 2021, dias depois de ter o mandato cassado pela Câmara dos Deputados.

Durante o julgamento, o advogado Rodrigo Faucz, representante de Flordelis, afirmou que o caso é midiático e que a polícia e o Ministério Público realizaram um "linchamento moral" da ex-deputada. A defesa ainda alegou diversas nulidades no processo, como a falta de alegações finais e a ausência de justificativas para as qualificadoras da decisão de pronúncia que levou o caso ao júri popular e à acusação de homicídio triplamente qualificado. O advogado disse que a prisão não tem fundamentação e defendeu medidas cautelares diversas da prisão.

O tribunal por sua vez, decidiu por manter a prisão preventiva de Flordelis, prevendo a intimidação de testemunhas e interferência nas investigações por parte da ré ou até mesmo a possível fuga da mesma.

Flordelis é uma entre nove acusados de envolvimento na morte do pastor Anderson do Carmo, assassinado a tiros em casa, em junho de 2019, em Niterói (RJ). Casada com a vítima, ela é apontada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro como a mentora intelectual e mandante do crime.

A ex-parlamentar será julgada pelo júri popular no dia 9 de maio.


Compartilhe