Cookies management by TermsFeed Cookie Consent

Novo modelo de placa para veículos de coleção é lançada no Paraná

Debatida em consulta pública no ano passado, a placa segue o padrão Mercosul e será aplicada em todo o país.

Novo modelo de placa para veículos de coleção é lançada no Paraná Foto: José Fernando Ogura / AEN

Novo modelo de placa para veículos de coleção é lançada no Paraná

Geral Por: Alexandre Branco - 23/01/2022

A entrega simbólica das primeiras placas pretas para veículos antigos e de certificados de originalidade de automóveis em Curitiba (PR) marcou o lançamento no sábado (22) do novo modelo de identificação veicular, conforme prevê a Resolução 887/2021, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Debatida em consulta pública no ano passado, a placa segue o padrão Mercosul e será aplicada em todo o país.

O evento no Paraná foi organizado pelo Departamento de Trânsito local (Detran-PR), junto com a Federação Brasileira de Veículos Antigos (FBVA). Os emplacamentos serão feitos somente a partir de 1º de junho de 2022, data em que a resolução entrará em vigor.

“Nosso próximo passo vai ser levar esse pleito também para o grupo Mercosul para que a gente possa incluir a possibilidade de circulação em outros países utilizando a placa preta conforme valoriza, marca e sela o veículo de coleção, o veículo antigo”, afirmou o secretário nacional de Trânsito do Ministério da Infraestrutura (Senatran/MInfra), Frederico Carneiro.

Solicitação

De acordo com Carneiro, a resolução atende a um pedido de colecionadores, que desejavam o retorno da placa preta usada anteriormente. A nova identificação tem fundo preto, sem retrorrefletividade, tarja azul e caracteres em branco.

Segundo o diretor-geral do Detran-PR, Wagner Mesquita, a iniciativa é um marco histórico para os carros que mantenham 80% de sua originalidade. “A placa preta não é questão de estética, não é uma questão financeira, é uma questão histórica”, destacou.

Itinerante

Em Curitiba, Carneiro participou do projeto Senatran Itinerante, que tem como objetivo aumentar a integração da Secretaria Nacional de Trânsito com órgãos do setor de todo o Brasil. A ideia é que os departamentos locais de trânsito tenham um momento de abertura para tratar das iniciativas desenvolvidas na região.

(Com informações da Assessoria Especial de Comunicação Ministério da Infraestrutura)


Compartilhe