Voluntárias fazem rifa para ajudar abrigo com mais de 130 animais localizado em Araçoiaba da Serra

A Equipe do Bem é uma organização sem fins lucrativos composta por 15 mulheres que atuam há 12 anos ajudando famílias carentes em Sorocaba e região.

Voluntárias fazem rifa para ajudar abrigo com mais de 130 animais localizado em Araçoiaba da Serra Foto: Divulgação / Equipe do Bem

Voluntárias fazem rifa para ajudar abrigo com mais de 130 animais localizado em Araçoiaba da Serra

Geral Por: Alexandre Branco - 05/06/2021

A Equipe do Bem é uma organização sem fins lucrativos composta por 15 mulheres que atuam há 12 anos ajudando famílias carentes em Sorocaba e região. Elas, além de ligadas ao Instituto Nossa Senhora das Graças, que acolhe 22 crianças, e fazerem entrega de cestas básicas para famílias carentes, agora estão promovendo uma campanha que ajudará um abrigo situado na cidade de Araçoiaba, em que uma protetora cuida de mais de 130 animais resgatados que já estiveram em condições de rua, abandonados por doenças, vítimas de atropelamento ou que sofreram maus-tratos.  

A organização decidiu vender uma rifa de nomes no valor de R$15,00 cada um, em que a pessoa que comprar poderá concorrer a uma bolsa de couro da marca Luz da Lua. O objetivo é vender o quanto antes, e assim que vendidos todos os nomes, a pessoa sorteada receberá a notícia através de um grupo de whatsapp. A ação promoverá um levantamento de dinheiro para a protetora de animais que precisa de ajuda com ração, produtos de limpeza e cobertores.  

Irani Gonçalves é uma professora de 55 anos de idade que abriga animais há mais de 20. Ela ocupa a maior parte do tempo cuidando de cerca de noventa cães e quarenta gatos abrigados na chácara onde mora. A maioria é regatada das ruas, vítima de atropelamento, abandono e doenças. A rotina é cheia, mas a necessidade de ajuda é ainda maior. “Quando trabalho, é o meu marido que ajuda. Somos só nós dois para dar conta de tudo. Nunca pensamos em ter muitos animais, só foi acontecendo... eu morava em Sorocaba e em um quintal comum cheguei a ter vinte animais. Mudei para essa chácara com espaço, e, sabe como é, né?”, justifica.  

“Nós não viajamos, e passeamos muito pouco, porque a preocupação é muito grande. Muitas pessoas confundem nosso trabalho com acumulação. Me chamam de acumuladora, mas eles não entendem que animais velhos, ou com sequelas, ninguém quer. E não é muito fácil doar os animais no geral. Precisa fazer uma doação responsável, se não do que adianta? Às vezes a gente doa e o animal volta porque não se adapta; porque a pessoa quer um animalzinho de brinquedo, que não saia do lugar e não funciona assim” diz Irani, indignada. “Doar por doar, par fazer números, pra mim, não vale a pena”, completa. 

Quem tiver interesse em ajudar o abrigo de dona Irani a ter os suprimentos necessários, além de concorrer ao prêmio, deve entrar em contato com uma das integrantes da Equipe do Bem, Luciane Fogaça: (15) 99138-1400 para comprar a rifa ou fazer uma doação. 

Por Pedro Camargo (Agência Focs – Jornalismo Uniso)


Compartilhe