Cookies management by TermsFeed Cookie Consent

Marcos Pollon realiza palestra em clube de tiro em Salto de Pirapora e une forças em prol da liberdade

Fundador do Movimento PROARMAS falou sobre o direito de defesa da família e da propriedade privada por meio da liberação de armas no país.

Marcos Pollon realiza palestra em clube de tiro em Salto de Pirapora e une forças em prol da liberdade Foto: Sérgio Leme / Jornal Notícias Metropolitanas

Marcos Pollon realiza palestra em clube de tiro em Salto de Pirapora e une forças em prol da liberdade

Geral Por: Gabriel Cabral - 16/03/2022

O Clube de Tiro e Caça Black Beard recebeu no último domingo, 13, Marcos Zborowski Pollon, advogado, professor de direito, especialista em legislação de controle de armas e fundador do Movimento PROARMAS. Em sua palestra, que foi aplaudida por todos os membros, frequentadores e visitantes do espaço, o sul-mato-grossense criticou pensamentos esquerdista não só do Brasil, como do mundo. Também falou sobre a necessidade de avançarmos na liberação do porte de armas em prol da liberdade e do direito à defesa de todo cidadão, assim como na proteção da família e de propriedades privadas.

Após o fim da palestra, membros puderam conversar e registrar por meio de fotografias o encontro com Pollon. Estiveram presentes entusiastas do debate pró-armas, atiradores, esportistas, políticos e famílias.

Em entrevista ao Jornal Notícias Metropolitanas, o advogado contou que circula pelo Brasil a fim de conscientizar as pessoas sobre a importância de se defender um país livre. “No evento falamos para irmãos que compreendem o valor de tudo o que a gente fala. Eles entendem o que temos que fazer para construirmos um país livre. O momento que vivemos é delicado”, disse.

Pollon também falou sobre a perspectiva política no debate pró-armas. “Digo que esse é o momento mais importante para o país desde o seu descobrimento, porque poderemos escolher entre a construção de um país livre ou a escravidão dos nossos filhos e o estabelecimento de uma ditadura nefasta”, afirmou o professor, que apoia a reeleição do presidente Jair Messias Bolsonaro (PL). “Desde a década de 90, líderes esquerdistas de todo o mundo se empenham em transformar a América Latina em um regime ditatorial aos moldes do que aconteceu na Venezuela”, disse. “Bolsonaro vem como um sopro de esperança e interrompe essa espiral de destruição. Com as pessoas mais maduras sobre a consciência daqueles que querem nos destruir, temos a esperança de dar ao presidente meios para mudar a estrutura do país, com um legislativo coeso, alinhado com as posições do presidente.”

O advogado também reflete sobre as questões armamentistas que voltam a ser debatidas em diversas regiões no mundo, o que inclui a Ucrânia, atualmente em guerra contra Rússia. “Vemos a Polônia revendo suas políticas de desarmamento, enquanto países como os Estados Unidos tem a certeza de que não acontecerá [uma guerra] com eles”, analisou. “Estamos em ameaça, porque temos ao nosso lado um país sanguinário que tem apoio de outras ditaduras. Vimos Maduro, presidente da Venezuela, realizando atividades militares na fronteira com a Colômbia. Precisamos estar cientes dos riscos e o desarmamento enfraquece nosso país”, reitera.

Acompanhe a entrevista na integra AQUI.

Para falar com o Movimento PROARMAS administrado por Marcos Pollon, é possível acessar o site proarmasbrasil.com.br ou entrar em contato pelo e-mail contato@proarmasbrasil.com.br ou pelo telefone +55 (67) 99901-9969.


Entrevista com Marcos Pollon (Presidente Nacional PRÓARMAS)

Compartilhe