Cookies management by TermsFeed Cookie Consent

Governo Federal entrega R$ 73 milhões em equipamentos para policiamento nas fronteiras

O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, participaram da cerimônia de entrega de R$ 73 milhões em equipamentos de ponta para fortalecer o trabalho de policiais

Governo Federal entrega R$ 73 milhões em equipamentos para policiamento nas fronteiras Foto: Isac Nóbrega / PR

Governo Federal entrega R$ 73 milhões em equipamentos para policiamento nas fronteiras

Polícia Por: Alexandre Branco - 26/11/2021

O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, participaram da cerimônia de entrega de R$ 73 milhões em equipamentos de ponta para fortalecer o trabalho de policiais que atuam no Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas (VIGIA). O evento ocorreu na tarde desta quinta-feira (25/11) na sede do Ministério da Justiça e Segurança Pública, em Brasília.

Em seu discurso, o presidente Jair Bolsonaro lembrou que o Governo Federal vem priorizando a nomeação de ministros que entendem do assunto de cada pasta e citou como exemplo o Ministério da Defesa, ocupado por um militar do Exército, o General Braga Netto, e o Ministério da Justiça e Segurança Pública, chefiado por um policial federal, o ministro Anderson Torres.

“Quero cumprimentar o ministro Anderson pelo trabalho que desenvolve à frente do Ministério da Justiça. Ele falou sobre bens materiais essenciais para que vocês possam cumprir a missão da melhor maneira possível. Quero apenas tocar rapidamente em outro aspecto, o fator humano. Isso também é essencial, é um casamento”, ressaltou o presidente Jair Bolsonaro.

Equipamentos

São 230 viaturas, 225 óculos de visão noturna, 225 capacetes, 700 placas de proteção balística, 700 kits de atendimento pré-hospitalar tático e quatro binóculos que utilizam tecnologia térmica avançada, capaz de detectar pessoas e veículos com base em coordenadas geográficas a uma distância de até oito quilômetros.

“São equipamentos de ponta que vão contribuir para uma atuação mais eficiente e segura dos nossos policiais que atuam nas fronteiras e divisas de 12 estados do país. Os resultados alcançados são expressivos e demonstram a eficiência do trabalho que está sendo realizado”, destacou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres.

Os estados beneficiados são: Acre, Amapá, Amazonas, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina e Tocantins.

As viaturas entregues já contam com adesivagem de acordo com cada instituição e iluminação intermitente. Além disso, são adaptadas com compartimento de carga e transporte de detidos, para dar mais segurança aos policiais no exercício de suas atividades.

Programa VIGIA

Em dois anos e meio do Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas (VIGIA), o Governo Federal já investiu R$ 130 milhões em equipamentos para integração das forças de segurança federais e estaduais que atuam na zona de fronteira. Nesse período foram apreendidas mais de 1.200 toneladas de drogas, causando um prejuízo de mais de R$ 4,5 bilhões ao crime organizado.

Além das aquisições de equipamentos de ponta, o programa inclui capacitação de pessoal por organizações nacionais e internacionais e a instalação de bases operacionais com integração de sistemas.

Desde o início do programa, o Ministério da Justiça e Segurança Pública investiu mais de R$ 1,3 milhão em capacitações, treinando quase 2 mil operadores para atuarem como multiplicadores.

“A ação em nossas fronteiras e divisas é crucial para impedir que o Brasil seja via para o tráfico internacional de drogas, para o contrabando, para o tráfico de pessoas e demais crimes. Temos uma fronteira de mais de 16,8 mil quilômetros só de fronteira seca com várias realidades, temos a Amazônia, o Pantanal, a tríplice fronteira no Paraná. Temos uma fronteira difícil, uma fronteira importante”, afirmou o ministro Anderson Torres.

Atualmente, o VIGIA está presente em 14 estados: Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Acre, Rondônia, Tocantins, Goiás, Roraima, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Pará, Amapá e Rio Grande do Norte.

(Com informações do Palácio do Planalto)


Compartilhe