Cookies management by TermsFeed Cookie Consent

Pastor Tupirani é preso pela Polícia Federal.

Pastor foi preso no Rio de Janeiro

Pastor Tupirani é preso pela Polícia Federal. Foto: Redes sociais

Pastor Tupirani é preso pela Polícia Federal.

Polícia Por: Thiago Silva - 24/02/2022

A Polícia Federal (PF) prendeu hoje (24) o pastor Tupirani da Hora Lores, da igreja pentecostal Geração Jesus Cristo, sob alegações de promover “discursos de ódio”. Contra ele havia um mandado de prisão preventiva expedido pela 8a Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. A operação Rófesh também cumpriu mandado de busca e apreensão contra o líder religioso, no bairro de Santo Cristo, na região central do Rio.

De acordo com as investigações do Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos (GRCC), da PF, o religioso, produziu e publicou diversos vídeos com ataques a lideres de outras religiões, gays e ao sionismo.

Além dos crimes de “racismo” e ameaça, o pastor responderá por incitação e apologia de crime. Caso seja condenado, poderá cumprir pena de até 26 anos de reclusão.

O pastor já tinha sido alvo de busca e apreensão em março do ano passado, por promover “discurso de ódio”. Segundo a PF, ele também já tinha sido preso anteriormente.

Tupirani é um dos pastores mais polêmicos do Brasil, tudo em conta de falar e pregar abertamente contra ideologias perversas existentes nos dias atuais. Em seus discursos sempre pregou ser contra as ideologias de gênero, o sionismo, e as vacinas da Covid.

(Com informações de Agência Brasil)


Compartilhe