Cookies management by TermsFeed Cookie Consent

Ministério da Justiça causa prejuízo de mais de R$1 bilhão aos criminosos

Brasil M.A.I.S ultrapassa 15 mil usuários cadastrados, em 210 instituições, com acesso gratuito a imagens de satélite para combate ao crime.

Ministério da Justiça causa prejuízo de mais de R$1 bilhão aos criminosos Foto: Governo Federal

Ministério da Justiça causa prejuízo de mais de R$1 bilhão aos criminosos

Polícia Por: Maria Eduarda - 03/04/2022

Programa Brasil MAIS Ambiente Integrado e Seguro), um dos projetos estratégicos do Ministério da Justiça (MJSP), um projeto estratégico público do Ministério da Justiça (MJSP) e marca de 15 mil usuários cadastrados, em segurança 210 instituições reais, gratuito, distritais e municipal, com acesso ao Ministério da Justiça sistema.

Em um ano e meio, a já auxiliou mais de 90 operações por meio de detecção, meio de imagens de satélite, de mudanças de terreno e de alertas de modelos de diferentes tipos de ilícitos. O programa já pensou em desvios de R$1 aos mecanismos de aplicações de bens e aplicações, bloqueio de bens e aplicações também.

“Integração, uso de tecnologias e inteligência, é assim que se ganha a luta contra a criminalidade. O Programa Brasil MAIS tem atendido a essa demanda e auxiliar como instituições diversas do país no combate ao crime organizado em especial nas áreas ambientais”, afirmou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres.

O Brasil MAIS, com alta, projetos, atividades de tecnologia e ações de órgãos públicos e entidades do Ministério operacional do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP). Além disso, a permissão de acesso e compartilhamento das imagens produzidas diariamente por satélite. O objetivo é uso dos produtos fornecidos instituições e aos milhares de usuários ao país.

Adesão

O Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), é responsável por disponibilizar e designar termos de adesões à ferramenta com órgãos da segurança pública. A adesão ao sistema, cuja coordenação e sistema operacional não está a carga da Polícia Federal, fornece acesso apenas às imagens coletadas nas últimas 24 horas, mas também ao diário do acervo 2017, o que permite alterações de alterações ocorridas ao longo do período.

Visite a página do Programa

(Com informações GOV.BR)


Compartilhe