Polícia Civil prende golpista em Adamantina

Policiais Civis da Delegacia de investigações Gerais e da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (DIG/Dise) de Adamantina/SP prenderam o autor de vários golpes praticados em Adamantina e região, vitimando inúmeros idosos.

Polícia Civil prende golpista em Adamantina Foto: Divulgação

Polícia Civil prende golpista em Adamantina

Polícia Por: Alexandre Branco - 10/08/2021

Policiais Civis da Delegacia de investigações Gerais e da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (DIG/Dise) de Adamantina/SP prenderam o autor de vários golpes praticados em Adamantina e região, vitimando inúmeros idosos. A prisão foi o resultado das incessantes investigações.

Os golpes consistiam em ludibriar as vítimas através de ligações telefônicas, fazendo as vítimas acreditarem que seus cartões bancários estariam clonados e que por esta razão seria necessário o bloqueio e resgate. Durante as ligações telefônicas e resgate dos cartões, outras pessoas se passavam por funcionários das respectivas instituições financeiras. De posse dos cartões, os estelionatários realizavam saques e outras transações, culminando por causar imenso prejuízo às vítimas, não somente financeiro, mas psicológico também.

Em Adamantina, foram identificadas duas vítimas e na cidade de Tupã, outras duas. As investigações indicam que muitos outros idosos foram enganados, mas ainda não registraram ocorrências.

O autor foi preso em flagrante pelos crimes de estelionato, uso de documento falso, já que no momento da abordagem apresentou CNH falsa, e organização criminosa. Com ele foram apreendidos cartões bancários, dinheiro, assim como a moto utilizada para o resgate dos cartões das vítimas. O autuado I.T.O.N.de 23 anos de idade, morador da cidade de São Paulo/SP, foi encaminhado até cadeia pública de Adamantina e aguardava audiência de custódia.

A Polícia Civil alerta a toda população que jamais forneça dados pessoais, senhas bancárias e outras informações sigilosas através do telefone, muito menos entregar cartões bancários a desconhecidos.


Compartilhe