Cenipa e Polícia Civil apuram acidente aéreo em Piracicaba

Avião caiu na região de vegetação e deixou sete mortos.

Cenipa e Polícia Civil apuram acidente aéreo em Piracicaba Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Cenipa e Polícia Civil apuram acidente aéreo em Piracicaba

Polícia Por: Natalie Gallacci - 16/09/2021

Agentes do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) e da Polícia Civil estão investigando as origens do acidente aéreo que causou a morte de 7 pessoas nesta terça-feira (14/09), na cidade de Piracicaba, interior de São Paulo. Segundo o Cenipa, membros do Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa IV), foram no lugar para detectar sinais, coletar partes da aeronave para exames, escutar o depoimento das testemunhas, reunir documentos e fotografar as cenas.

Conforme o comunicado da Cenipa, “Não existe um tempo previsto para essa atitude ocorrer.” A organização comunicou também que o propósito da investigação é impedir que acidentes parecidos com este aconteçam. “A conclusão das investigações terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade de cada ocorrência e, ainda, da necessidade de descobrir os fatores contribuintes”, completa o comunicado.

Foi informado pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, que a ocorrência foi apresentada ao 5º Distrito Policial de Piracicaba e que foi pedido exames periciais ao Instituto de Criminalística e Instituto Médico Legal (IML). O acontecimento foi registrado como sinistro em transporte aéreo.

Entre as vítimas do acidente, está o empresário Celso Silveira Mello Filho, sua mulher Maria Luíza Meneghel e seus três filhos, Celso, Fernanda e Camila. Também faleceu o piloto Celso Elias Carloni e seu copiloto Giovani Gulo. Os dados foram verificados pela empresa Cosan, da qual Celso Silveira era sócio.

O avião executivo, modelo King Air 360, era de porte pequeno e caiu em uma região de vegetação em Piracicaba em torno das 08:30 da manhã e causou um incêndio no lugar. Além de sócio da Cosan, Celso Silveira era irmão do presidente do Conselho de Administração da companhia, Rubens Ometto Silveira Mello. O grupo Cosan opera nas áreas de agronegócio, na distribuição de combustíveis e de gás natural e de lubrificantes e logística.


Compartilhe