Homem procurado pela Interpol salta de 17º andar de prédio de SP com filha de 6 anos no colo

A Polícia de São Paulo prossegue com as investigações sobre as motivações que levou um homem se jogar do 17º andar de um prédio do Hotel San Raphael

Homem procurado pela Interpol salta de 17º andar  de prédio de SP com filha de 6 anos no colo Foto: Reprodução / Redes Sociais

Homem procurado pela Interpol salta de 17º andar de prédio de SP com filha de 6 anos no colo

Polícia Por: Alexandre Branco - 06/06/2021

A Polícia de São Paulo prossegue com as investigações sobre as motivações que levou um homem se jogar do 17º andar de um prédio do Hotel San Raphael, localizado no Largo do Arouche, no Centro de São Paulo (SP), com a sua filha de 6 anos no colo, na madrugada de sábado (5). Os dois morreram.

Um dos pontos iniciais da investigação é uma carta deixada pelo homem. O que se sabe é que ele era procurado pela Organização Internacional de Polícia Criminal, a Interpol. Até a noite deste domingo (6) os detalhes sobre o motivo pelo qual seu nome constava na lista de procurados da Interpol.

De acordo com informações preliminares da Polícia Militar do Estado de São Paulo, pai e filha eram espanhóis. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), na carta, escrita em espanhol, o homem, de 53 anos, deixou registrado que não queria dar uma vida miserável à filha e nem viver com ela nas ruas. Na carta, ele também pede desculpas ao hotel onde estava hospedado com a filha desde o último dia 31 e relata que até o momento que tomou a trágica decisão ele e a filha haviam vivido momentos felizes.

O caso causou grande comoção pelo fato de ter uma criança envolvida e foi registrado como homicídio e suicídio pela 2ª Delegacia de Bom Retiro e encaminhado ao 3º Distrito Policial, nos Campos Elíseos, em São Paulo.

(Da Redação)


Compartilhe