Manifestações a favor do voto impresso auditável prometem agitar o país a partir de agosto

Manifestações estão agendadas para o próximo dia 01/08 por todo o Brasil, a população e movimentos de direita sairão as ruas para demonstrar apoio e pedir pela aplicação do voto impresso nas próximas eleições.

Manifestações a favor do voto impresso auditável prometem agitar o país a partir de agosto Foto: Divulgação

Manifestações a favor do voto impresso auditável prometem agitar o país a partir de agosto

Política Por: Thiago Silva - 29/07/2021

Manifestações estão agendadas para o próximo dia 01/08 por todo o Brasil, a população e movimentos de direita sairão as ruas para demonstrar apoio e pedir pela aplicação do voto impresso nas próximas eleições, uma nova conhecida fórmula de votação que promete ser mais comprometida com a verdade livrando-nos da corrupção e fraude das urnas.

A PEC 135/19 de autoria da deputada federal Bia Kicis do PSL/DF visa dar mais segurança na votação em todo território nacional com a proposta de acoplar junto a urna eletrônica um dispositivo similar a impressora para justamente fazer a impressão do voto facilitando uma eventual auditoria e contagem manual dos votos, com esse comprovante físico o eleitor poderá conferir os votos que digitou na urna mas não poderá levar o comprovante consigo pois o mesmo após conferido será depositado em uma urna a parte para fins de auditoria e recontagem, esse adereço a mais não significa o fim das urnas eletrônicas mas um bom aprimoramento na segurança da mesma.

Dentre os apoiadores do projeto está o próprio presidente Bolsonaro que faz campanhas e usa de seus meios e apoios para acelerar o andamento do projeto para que possa ser usado já em 2022. O maior argumento dos defensores do projeto está no fator da segurança que esse novo modelo de votação trará aos eleitores, uma vez que será muito mais difícil uma fraude já que teremos em mãos todos os comprovantes da votação facilitando uma auditoria como diz o trecho da PEC, que será inserido no artigo 14 da Constituição, caso aprovada:

"No processo de votação e apuração das eleições, dos plebiscitos e dos referendos, independentemente do meio empregado para o registro do voto, é obrigatória a expedição de cédulas físicas conferíveis pelo eleitor, a serem depositadas, de forma automática e sem contato manual, em urnas indevassáveis, para fins de auditoria"

Munido dessas informações e já exausto em ver os constantes maus tratos a nação, o povo brasileiro acompanhado pelos movimentos conservadores, políticos favoráveis e até mesmo o presidente Bolsonaro, lotarão as ruas em forma de apoio a proposta que será muito bem empregada nas eleições de 2022 evitando uma possível fraude. Dentre os lideres que estão a frente dos movimentos e manifestações em São Paulo está o já bem conhecido Rafael Moreno líder do “movimento Brasil monarquista” que junto com o “Movimento Nas Ruas” de Carla Zambelli, unirão forças para o levante dessa bandeira por todo o estado, ate o presente momento são esperadas manifestações em 49 cidades espalhadas por 19 estados e distrito federal.


Compartilhe