Defesa pelo voto impresso leva milhares de brasileiros às ruas neste domingo em todo o País

Milhares de brasileiros saíram às ruas neste domingo (1.º de agosto), em várias cidades do País, para pedir a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 135/19 do Voto Impresso Auditável, que está em discussão na Câmara dos Deputados.

Defesa pelo voto impresso leva milhares de brasileiros às ruas neste domingo em todo o País Foto: Nas Ruas

Defesa pelo voto impresso leva milhares de brasileiros às ruas neste domingo em todo o País

Política Por: Alexandre Branco - 01/08/2021

Milhares de brasileiros saíram às ruas neste domingo (1.º de agosto), em várias cidades do País, para pedir a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 135/19 do Voto Impresso Auditável, que está em discussão na Câmara dos Deputados. 

Os atos pacíficos e com alto senso patriótico tem como um dos principais organizadores o movimento Nas Ruas. Há mobilização em mais de cem cidades, principalmente nas capitais, sedes de regiões metropolitanas e cidades em seus respectivos entornos. 

Na região Sudeste há manifestação em 43 cidades, como  São Paulo (incluindo Sorocaba), Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Vila Velha (na região metropolitana de Vitória, capital do Espírito Santo).

No Sul, há atos nas três capitais e em várias cidades do interior. No Paraná, há manifestações em Curitiba, Pinhais, Cascavel, Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Marechal Cândido Rondon e Pato Branco. No Rio Grande do Sul, são 20 cidades, incluindo Porto Alegre. Em Santa Catarina, manifestantes estão nas ruas em Florianópolis e oito municípios do interior.

No Centro-Oeste, há atos em sete cidades, incluindo Brasília, Goiânia, Campo Grande e Cuiabá. No Nordeste, são 22 cidades, incluindo Recife, Teresina, São Luís, Salvador, Natal, Fortaleza, João Pessoa, Aracaju e Maceió. No Norte, em Boa Vista, Belém, Macapá e Manaus.

Diferentemente das manifestações pelo voto impresso realizadas em 1.º de maio, realizadas quase que integralmente por meio de carreatas, desta vez os organizadores estimularam que as pessoas fossem às ruas a pé com o apoio de trios elétricos e carros de som.

A PEC do Voto Impresso é defendida pelo presidente Jair Bolsonaro, por seus apoiadores, e por brasileiros que defendem eleições limpas e auditáveis no Brasil e temem por possíveis fraudes nas urnas. A proposta está em tramitação na comissão especial da Câmara criada para analisar o assunto.

A PEC quase foi derrubada pouco antes de o Congresso entrar no recesso legislativo de duas semanas. Mas, numa manobra regimental, a base do governo conseguiu adiar a votação para depois da volta da Câmara ao trabalho, a partir desta segunda-feira (2). Agora, a expectativa é que o projeto seja votado na quinta-feira (5).

Por isso foi organizada a manifestação deste domingo, justamente para chamar a atenção dos brasileiros que ainda não se atentaram para essa importante questão e como forma de mostrar aos parlamentares a preocupação dos patriotas. 

Há, nesse momento, no País um movimento contrário ao voto impresso auditável, defendido por uma corrente de esquerda que almeja voltar ao poder, colocando, assim, risco a soberania nacional e, principalmente, os recursos públicos. É necessário chamar a atenção dos brasileiros sobre os movimentos da esquerda e ânsia de retomar o poder a qualquer preço. O desejo da esquerda é voltar a ter acesso aos recursos do Brasil para dilapidar o dinheiro dos brasileiros por meio da corrupção e financiamento da esquerda na América Latina, como era num passado que não traz nenhuma saudade.

Onde há manifestação pelo voto impresso

No Sul, haverá atos nas três capitais e em várias cidades do interior. No Paraná, a agenda prevê manifestações em Curitiba, Pinhais, Cascavel, Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Marechal Cândido Rondon e Pato Branco. No Rio Grande do Sul, são aguardados atos em 20 cidades, incluindo Porto Alegre. Em Santa Catarina, manifestantes saem às ruas em Florianópolis e oito municípios do interior.

No Centro-Oeste, a previsão é de atos em sete cidades, incluindo Brasília, Goiânia, Campo Grande e Cuiabá. No Nordeste, em 22 cidades, incluindo Recife, Teresina, São Luís, Salvador, Natal, Fortaleza, João Pessoa, Aracaju e Maceió. No Norte, em Boa Vista, Belém, Macapá e Manaus.

Diferentemente das manifestações pelo voto impresso realizadas em 1.º de maio, realizadas quase que integralmente por meio de carreatas, desta vez os organizadores dizem que os atos terão pessoas nas ruas, a pé, e contarão com trios elétricos e carros de som.

As manifestações estão sendo transmitidas em tempo real nas redes sociais.


Compartilhe