Às vésperas das manifestações de 7 de setembro, Alexandre de Moraes manda a PF prender Zé Trovão e o blogueiro Wellington Macedo

O mandado de prisão foi emitido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes e atende a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Às vésperas das manifestações de 7 de setembro, Alexandre de Moraes manda a PF prender Zé Trovão e o blogueiro Wellington Macedo Foto: Reprodução Youtube

Às vésperas das manifestações de 7 de setembro, Alexandre de Moraes manda a PF prender Zé Trovão e o blogueiro Wellington Macedo

Política Por: Alexandre Branco - 04/09/2021

Praticamente às vésperas das manifestações de 7 de setembro, a Polícia Federal prendeu, nesta sexta-feira (3), o blogueiro Wellington Macedo. O mandado de prisão foi emitido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes e atende a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). Ele foi preso em um hotel em Brasília. Também é alvo de mandado de prisão o caminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes, o Zé Trovão.

Macedo é investigado em um inquérito no STF. Este é o mesmo inquérito que autorizou uma operação de busca e apreensão em endereços do cantor Sérgio Reis e do deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ), em 20 de agosto. O blogueiro divulgou videos em que convoca as pessoas para ato em 7 de setembro.

Em suas redes sociais, a deputada Carla Zambelli (PSL-SP), apoiadora do presidente Jair Bolsonaro, criticou a prisão do blogueiro. “Vivendo o fim dos tempos. Este homem se julga uma divindade. Cansada de medir palavras com receio de ferir o ego megalomaníaco dele. Suas atitudes ecoarão na história e até parte da esquerda já enxerga a verdade”, disse.

A Polícia Federal está em busca do caminhoneiro Zé Trovão, para cumprir um mandado de prisão. Seu advogado, Levi de Andrade, informou que ele não vai se entregar antes dos atos marcados para 7 de Setembro. A declaração foi dada à revista Veja.

“Tentaram silenciar 10 líderes, mas se esqueceram que existem 10 mil líderes que vão às ruas no feriado da Independência. A decretação da prisão vai insuflar ainda mais os manifestantes”, disse Andrade.


Compartilhe