Deputados Bia Kicis e Filipe Barros defendem fim do TSE

Bia e Filipe questionam as atribuições da Corte e da Justiça Eleitoral e prometeram trabalhar pelo fim do TSE. 

Deputados Bia Kicis e Filipe Barros defendem fim do TSE Foto: Terça Livre TV

Deputados Bia Kicis e Filipe Barros defendem fim do TSE

Política Por: Alexandre Branco - 05/09/2021

A deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) disse na sexta-feira (3) que já pronto uma PEC - Proposta de Emenda à Constituição - que prevê a extinção do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Junto como deputado federal Filipe Barros (PSL-PR), Bia participou da 2ª edição da CPAC - Conferência de Ação Política Conservadora realizada na sexta-feira (3) e no sábado (4), em Brasília.

Bia e Filipe questionam as atribuições da Corte e da Justiça Eleitoral e prometeram trabalhar pelo fim do TSE. “Esse sistema eleitoral que nós temos, essa Justiça Eleitoral que nós temos é um frankenstein jurídico que só existe no Brasil. Que se acabe a Justiça Eleitoral e o TSE e se passe essas atribuições para a Justiça Federal. Nós não precisamos ter um tribunal que nos custa R$ 8 bilhões por ano”, disse Filipe Barros.

“Nós temos que mexer nas competências do TSE. Não é possível um tribunal que tenha essa concentração de poderes que legisla, executa o serviço, fiscaliza e julga. Se alguém faz uma denúncia contra o sistema, de uma fraude, quem é que vai julgar? O próprio TSE”, disse Bia Kicis. Ela espera a aprovação da PEC para garantir “garantia mais limpas e seguras no Brasil”.

“O TSE presta um serviço e o serviço eleitoral tem por atender à população, e não o TSE. E durante todo o debate que houve, sobre o voto impresso, o TSE objetava ao voto impresso. 'Vai dar problema para carregar as urnas', 'podem roubar as urnas'. Ou seja, trocando a segurança do sistema pela comodidade do prestador de serviço. Isso não é legítimo”, ponderou a deputada.


Compartilhe