Revelação de documento expõe que laboratório chinês buscou apoio financeiro para criar Coronavírus

Segundo o jornal britânico The Telegraph, documentos vazados continham informações que o Instituto de Virologia da cidade chinesa de Wuhan, em conjunto com o laboratório americano EcoHealth, planejavam liberar partículas de Coronavírus de morcegos com o intuito de realizar testes de aprimoramento na eficácia do Covid-19 contra humanos.

Revelação de documento expõe que laboratório chinês buscou apoio financeiro para criar Coronavírus Foto: Thomas Peter / Reuster

Revelação de documento expõe que laboratório chinês buscou apoio financeiro para criar Coronavírus

Política Por: Thiago Silva - 25/09/2021

Segundo o jornal britânico The Telegraph, em reportagem realizada nesta quarta feira 22, documentos vazados continham informações que o Instituto de Virologia da cidade chinesa de Wuhan, em conjunto com o laboratório americano EcoHealth, planejavam liberar partículas de Coronavírus de morcegos com o intuito de realizar testes de aprimoramento na eficácia do Covid-19 contra humanos.

De acordo com o documento revelado 14 milhões de dólares foi a quantia solicitada pelos envolvidos a Agência de Projetos de Pesquisas Avançada de Defesa (sigla DARPA em inglês) para o financiamento do polêmico projeto, as negociações teriam ocorrido 18 meses antes do primeiro caso de Covid-19 em humanos na cidade de Wuhan. Os laboratórios em questão queriam efetivar mais testes com os animais para fortalecer o vírus, de acordo com o documento, os pesquisadores apresentaram planos para liberar nano partículas penetrantes na pele e aerossóis contendo novas proteínas de pico quiméricas de Coronavírus de morcego de laboratório em morcegos das cavernas de Yunnan na China, fazendo com que o morcego fosse o transmissor imediato da doença. Eles também planejaram criar vírus quiméricos geneticamente aprimorados para infectar mais facilmente os humanos, a proposta também incluiu planos para misturar cepas de Coronavírus com variedades de outras cepas mais perigosas e infecciosas na busca de sintetizar outros vírus ainda mais letais.

As evidências confirmadas por um ex-membro da gestão Trump, mostram que eles esperavam introduzir “locais de clivagem específicos para humanos” para Coronavírus de morcego tornando assim mais fácil a entrada do vírus nas células humanas.

A DARPA negou o investimento no projeto avisando os laboratórios que havia um risco iminente na proliferação de um vírus praticamente incontrolável, mas os cientistas afirmaram que poderiam dar sequência no projeto mesmo sem o aporte financeiro. Os documentos foram divulgados pela DRASTIC, uma equipe de investigação baseada na web criada por cientistas do mundo todo com a finalidade de pesquisar e investigar as origens do Covid-19 como também sua causa e possíveis responsáveis.


Compartilhe