Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro estão reunidos em Brasília para o protesto Pró Armas

Movimento estava marcado para hoje (09/07) às 10h em frente à Catedral de Brasília.

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro estão reunidos em Brasília para o protesto Pró Armas Foto: Hugo Barreto/Metrópoles

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro estão reunidos em Brasília para o protesto Pró Armas

Política Por: Natalie Gallacci - 09/07/2021

O movimento organizado pela Associação Nacional Movimento Pró Armas (Ampa), está acontecendo hoje em frente à Catedral de Brasília. O primeiro encontro ocorreu já durante a pandemia em 2020, em torno de 5,8 mil pessoas participaram, de acordo com os organizadores, o encontro também se iniciou na frente da Catedral e marcharam em direção à Avenida das Bandeiras, perto do Congresso Nacional.

Segundo André Bedin Pirajá, vice presidente do Pró Armas, o ato se, baseia em quatro pontos: a ampliação e manutenção dos “direitos” de acesso a armas, respeito à tripartição dos poderes, o cessamento de “hostilidades” e uma Segunda Emenda brasileira, nada além desses quatro pontos será aceito. De acordo com o fundador e presidente Marcos Pollon “Não serão toleradas manifestações no sentido de intervenções entre os poderes. Afinal de contas, estamos pedindo estabilidade.”

A maioria dos protestantes se encontram de branco, por pedido do próprio PROARMAS,  levam consigo bandeiras do Brasil ou Estados Unidos,  o protesto contém também bonecão do presidente Jair Bolsonaro. Entre as pessoas presentes no protesto, estava o filho do presidente, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), o ex-deputado Roberto Jefferson, o assessor especial de Bolsonaro Tenente Mosart Aragão, o líder do PSL na Câmara, Major Vitor Hugo (GO), o deputado Major Vitor Hugo (PS-GO) e a A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), a mesma se encontra com um boné com a frase “CAC [caçador, atirador ou colecionador] não é bandido”

Pró-Armas

O projeto tem como objetivo, abordar questões politicas, jurídicas, filosóficas, técnicas e o acesso civil às armas de fogo. Com o conhecimento adquirido, organizam ações em prol da busca da restauração destes direitos fundamentais tais como viver e permanecer vivo por meio do acesso a legítima defesa. Tendo como principal responsável pelo PROARMAS Marcos Zborowski Pollon, advogado, professor de direito desde 2003, especialista em legislação de controle de armas, pró Deus, pró Vida e pró Armas, foi fundador da ADPMS – Academia de Direito Processual do Mato Grosso do Sul e do Instituto Conservador fundado em 2015 no estado do Mato Grosso do Sul.


Compartilhe