Cookie Consent by TermsFeed Generator

Passaporte sanitário: Sessão plenária que discutia o assunto acabou em confusão

Manifestantes contrários a medida trocaram socos e empurrões com vereador Psolista.

Passaporte sanitário: Sessão plenária que discutia o assunto acabou em confusão Foto: Reprodução GZH Porto Alegre

Passaporte sanitário: Sessão plenária que discutia o assunto acabou em confusão

Política Por: Thiago Silva - 21/10/2021

A sessão plenária que aconteceu nesta última terça-feira (20), na câmara municipal de Porto Alegre RS, que discutia a obrigatoriedade do passaporte da vacina na cidade gaúcha, teve de ser interrompida devido a uma confusão regada a socos e empurrões entre vereadores e manifestantes contrários à medida.

A confusão começou quando o vereador Cláudio Janta (Solidariedade) discursou em favor da vacina. O parlamentar pediu que a Mesa Diretora fizesse ser cumprido o distanciamento social e o limite de ocupação nas galerias. Foi então que o vereador Roberto Robaina (PSOL) se dirigiu ao público e uma confusão entre os presentes, com trocas de socos e empurrões, se iniciou.

Diante da confusão, o vereador Pedro Ruas (PSOL) se dirigiu ao microfone, afirmando que os manifestantes estavam agredindo vereadores. Mas o parlamentar Alexandre Bobadra (PSL) disse que o vereador teria agredido o manifestante. O presidente da sessão, Idenir Cecchim (MDB), chegou a pedir o encaminhamento de um dos manifestantes envolvidos à delegacia. No entanto, não houve prisões.

A Guarda Municipal foi chamada para conter os ânimos e retirar os manifestantes do local, assim a sessão foi retomada, já com as galerias vazias. Os vereadores mantiveram o veto ao passaporte vacinal, já que eram necessários 19 votos para derrubar e houve 18 votos favoráveis, 14 contrários e duas abstenções. Ainda assim, uma norma estadual exige a apresentação do documento.


Compartilhe