Cookies management by TermsFeed Cookie Consent

O presidente Jair Bolsonaro participa da entrega de obras de infraestrutura urbana

O Presidente da República Jair Bolsonaro participou na quinta-feira (24) da entrega da travessia urbana na rodovia Transbrasiliana, a BR-153,

O presidente Jair Bolsonaro participa da entrega de obras de infraestrutura urbana Foto: Isac Nóbrega / PR

O presidente Jair Bolsonaro participa da entrega de obras de infraestrutura urbana

Política Por: Alexandre Branco - 26/02/2022

O Presidente da República Jair Bolsonaro participou na quinta-feira (24) da entrega da travessia urbana na rodovia Transbrasiliana, a BR-153, em São José do Rio Preto (SP), que vai beneficiar cerca de 1 milhão de pessoas no interior paulista e contribuir para melhorar a logística do país. Os investimentos nas novas pistas e estruturas somam R$ 268,5 milhões.

As obras englobaram 17,8 quilômetros de duplicação e restauração de vias, além da construção de 13 viadutos, uma ponte e oito passarelas de pedestres. Os trabalhos foram executados pelas equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), vinculado ao Ministério da Infraestrutura. Durante a execução dos serviços a obra gerou empregos, com cerca de 200 trabalhos diretos.

A cidade de São José do Rio Preto é um dos principais polos industriais, culturais, educacionais e de serviços do interior paulista e exerce influência direta sobre uma região com mais de 100 cidades, o que faz com que a travessia urbana entregue seja estratégica. No trecho urbano do município, o tráfego de longa distância se soma a uma parcela significativa de tráfego urbano provocando trânsito intenso em horários de pico e índice elevado de acidentes, situação que será minimizada.

Na cerimônia, também ocorreu a entrega simbólica do cartão do Auxílio Brasil para uma família de São José do Rio Preto. O programa de transferência de renda já beneficia 18 milhões de famílias no país.

Obras de drenagem urbana

Em outra agenda em São Paulo, pela tarde, o presidente Jair Bolsonaro participou da inauguração de dois reservatórios no Córrego do Ipiranga para o combate às enchentes na capital paulista. A obra foi entregue no ano do Bicentenário da Independência, no local onde D. Pedro I declarou o Brasil independente de Portugal.

“Essa obra aqui é uma obra importante, até porque estamos à margem daquele córrego que foi local do nosso Grito do Ipiranga. E essa obra é preventiva ajuda, com outras obras feitas pelo prefeito aqui na capital, evita catástrofes como a que tivemos há poucos dias em Petrópolis, no meu Rio de Janeiro. O trabalho do nosso Governo é atender aos interesses da população, não interessa [em] qual local essa população esteja dentro dos oito milhões e meio de quilômetros quadrados, que é a área do nosso querido Brasil”, disse o presidente Jair Bolsonaro ao discursar no evento.

Os dois reservatórios de macrodrenagem são os piscinões da Lagoa do Aliperti e do Viaduto Aliomar Baleeiro. Os serviços de drenagem urbana no Córrego do Ipiranga ocorrem em cinco fases, sendo que quatro foram concluídas. Além dos dois reservatórios entregues, também foram executadas a construção de um canal de ligação entre eles e uma obra de extensão no Córrego Cacareco. O último trecho será a ampliação do canal em 1.600 metros.

O investimento federal nas obras de drenagem urbana é de R$ 185,2 milhões, dos quais R$ 126,4 milhões já foram executados. O empreendimento vai beneficiar mais de 508 mil famílias da cidade de São Paulo, quando estiver concluído.

O Governo Federal entregou 24 obras de saneamento básico no estado de São Paulo, em 2021, beneficiando cerca de 488 mil pessoas. No Brasil, foram entregues 137 obras de saneamento, alcançando mais de 3 milhões de brasileiros. O Governo Federal retomou, ainda, 290 empreendimentos que vão levar água e esgoto tratados a cerca de 7,5 milhões de pessoas.

Apenas em 2021, o setor de saneamento básico brasileiro garantiu R$ 43 bilhões em recursos para a melhoria dos serviços. A maior parte dos recursos vieram de quatro leilões de concessão de serviços.

(Com informações do Palácio do Planalto)


Compartilhe