Ministério Público apura furação de fila na vacinação contra COVID-19 em São Paulo

É investigado também o caso em que pessoas receberam 3 doses da vacina.

Ministério Público apura furação de fila na vacinação contra COVID-19 em São Paulo Foto: Nelson Almeida

Ministério Público apura furação de fila na vacinação contra COVID-19 em São Paulo

Saúde Por: Natalie Gallacci - 07/07/2021

Está sendo investigado pessoas que não tiveram respeito nas etapas de vacinação impostas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), dezenas de casos referente as pessoas estarem furando fila na vacinação contra a COVID-19 no estado de São Paulo e também o caso de pessoas que tomaram mais de duas doses da vacina, a Secretaria da Justiça e Cidadania junto com o Ministério Público de SP estão apurando o acontecido. 

A secretaria de Justiça e Cidadania registrou 27 denúncias até a terça-feira (06/07), onde 6 delas já haviam tomado a segunda dose e tomara uma terceira da vacina. Foram feitas 56 denúncias no Ministério Público referente as pessoas furarem filas, onde 22 delas já foram encaminhadas para a área criminal, as outras 34 estão sendo analisadas na civil. 

As aplicações feitas no país está sendo organizado em duas doses (Oxford, BioNTech, CoronaVac, Butantan, etc.) ou uma dose (Janssen). Não foi protocolado em país nenhum a aplicação de três doses de vacina, fazendo assim quem tomou cometer uma violação.  O secretario da Justiça e Cidadania, Fernando José da Costa disse que as pessoas que estão desrespeitando as etapas de vacinação poderão ser penalizados com multas e responder por crime contra a saúde pública.


Compartilhe