Mais de 250 municípios paulistas estiveram sem mortes na ultima semana

A taxa de ocupação nos leitos de UTI do estado está hoje em 60,19%

Mais de 250 municípios paulistas estiveram sem mortes na ultima semana Foto: Divulgação/Cremerj

Mais de 250 municípios paulistas estiveram sem mortes na ultima semana

Saúde Por: Natalie Gallacci - 22/07/2021

Durante os dias 14 e 21 de julho, 288 dos 645 municípios paulistas não registraram morte de Covid-19, e 18 municípios não apresentaram novos casos confirmados da doença nesta semana, segundo o governo de São Paulo em uma entrevista coletiva nesta quarta-feira (21/07).

De acordo com o governo, é efeito do avanço da campanha de vacinação em São Paulo. Por hora, 54% da população já está vacinada com pelo menos a primeira dose da vacina e 18% já tomou as duas. São mais de 32 milhões de doses aplicadas entre a primeira e a segunda.

Baixo nível de internações

Foi registrado pelo estado de São Paulo, que a semana passada (27ª semana epidemiológica), a menor média diária das internações da COVID-19 desde fevereiro, tendo a média diária de 1.544 internações. A menor média que tivemos este ano foram nos dias 07 e 13 de fevereiro, onde foi registrado 1.450 internações por dia. O pico deste ano aconteceu na 11ª semana epidemiológica (14 e 20 de março), com média de 3.381 internações.

Por mais que a situação seja promissora, a pandemia ainda não está totalmente contida, então é importante além de tomar as duas doses da vacina, as pessoas continuem seguindo as medidas de distanciamento, lavar as mãos sempre que possível e utilizar máscara. “Não estamos pensando, nesse momento, na retirada das máscaras”, segundo Paulo Menezes coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, pois isso foi feito em outros países e assim os números de casos voltaram a subir. Para manter a população atenta, os dados do governo mostram que a quantidade de pessoas internadas é maior do que na primeira onda da COVID-19, em julho de 2020. Nos dias de hoje, 6.920 pessoas estão internadas em unidades de terapia intensiva (UTI), de todo o estado, 6.437 estão em enfermarias, porém o número é bem menor do que o pico da segunda onda, que ocorreu em abril deste ano, quando eram 13.150 pacientes internados nas UTIs, mas ainda sim é acima do pico da primeira onda, quando tinha 6.500 pessoas nas UTIs. A taxa de ocupação nos leitos de UTI do estado está hoje em 60,19%.

Doses entregues ao Ministério

Na manhã desta quarta-feira (21/07), o Instituto Butantan entregou mais de 1,5 milhão de doses da vacina CoronaVac para o Ministério da Saúde, com essa quantia, o Butantan completou 57.649 milhões de doses entregues. O Instituto pretende entregar 100 milhões de doses até o final de agosto.


Compartilhe