Brasil ultrapassa EUA na porcentagem de pessoas totalmente vacinadas

O número de pessoas que já concluíram a vacinação contra Covid-19 no Brasil ultrapassou nesta segunda-feira (15) o do Estados Unidos.

Brasil ultrapassa EUA na porcentagem de pessoas totalmente vacinadas Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

Brasil ultrapassa EUA na porcentagem de pessoas totalmente vacinadas

Saúde Por: Alexandre Branco - 18/11/2021

O número de pessoas que já concluíram a vacinação contra Covid-19 no Brasil ultrapassou nesta segunda-feira (15) o do Estados Unidos. De acordo com o portal Nosso Mundo em Dados, 58% da população estadunidense tomou as duas doses ou foi imunizada com a vacina de dose única. Por aqui, o índice dos totalmente vacinados superou a marca de 60% do total de brasileiros. Até segunda-feira, 127 milhões 854 mil pessoas tomaram as duas doses da Astrazeneca, Coronavac e Pfizer ou a dose única da Janssen.

O Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos informou nesta segunda-feira que, no caso do novo coronavírus, não se aplica o conceito de imunidade coletiva ou de rebanho. Isso porque não existe um índice de vacinados que seja seguro para retomar a vida como era antes da pandemia. O CDC agora usa o conceito de imunidade comunitária, em que o mais importante é vacinar a maior quantidade possível de pessoas.

O infectologista Julival Ribeiro destacou que, principalmente na Alemanha, Áustria, Holanda e nos países do Leste Europeu, ocorre uma quarta onda da pandemia, que se concentra na população não vacinada. Apesar de as perspectivas serem boas para nós, brasileiros, o infectologista Julival Ribeiro enfatizou que ainda não é hora de baixar a guarda.

De acordo com a Confederação Nacional dos Municípios, o uso da máscara deve continuar obrigatório em 60% das cidades brasileiras. Em apenas 1% é possível circular sem essa proteção. E em 2,5% os prefeitos já decidiram que vão suspender o uso da máscara assim que toda a população que puder se vacinar estiver com a imunização completa. Os dados fazem parte de uma pesquisa que ouviu mais de 1.700 prefeituras na semana passada.


Compartilhe