Cookies management by TermsFeed Cookie Consent

Governo de SP apresenta plano para vacinar todas as crianças de SP em 3 semanas

A capacidade de imunização estadual permite que todas as 4,3 milhões de crianças com idade entre 5 e 11 anos tomem pelo menos uma dose em, no máximo, três semanas.

Governo de SP apresenta plano para vacinar todas as crianças de SP em 3 semanas Foto: Agência SP

Governo de SP apresenta plano para vacinar todas as crianças de SP em 3 semanas

Saúde Por: Alexandre Branco - 05/01/2022

O governo paulista anunciou nesta quarta-feira (5) que o Estado de São Paulo está pronto para iniciar a vacinação das crianças entre 5 e 11 anos de idade contra a Covid-19. A capacidade de imunização estadual permite que todas as 4,3 milhões de crianças com idade entre 5 e 11 anos tomem pelo menos uma dose em, no máximo, três semanas.

A capacidade da vacinação infantil em São Paulo é de cerca de 250 mil crianças por dia, além dos jovens e adultos que já vêm sendo imunizados nos 645 municípios contra a Covid-19. Há 5,2 mil locais de vacinação disponíveis em todo o Estado, número que deverá ser ampliado com postos volantes em escolas da rede estadual.

Toda a logística e infraestrutura da Secretaria de Estado da Saúde está preparada para o início imediato da campanha para proteger crianças contra o coronavírus. São Paulo aguarda o envio de imunizantes pediátricos da Pfizer por parte do Ministério da Saúde, aprovado desde 16 de dezembro pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A meta de São Paulo é vacinar 4,3 milhões de crianças, com prioridade para 850 mil delas com comorbidades, deficiências, indígenas e quilombolas. O Governo do Estado também aguarda resposta da Anvisa ao novo pedido do Instituto Butantan para uso da Coronavac na imunização infantil. Há 12 milhões de doses desta vacina prontas para uso na campanha.

A Secretaria de Estado da Saúde também já adquiriu 9 milhões de seringas e agulhas que serão usadas na vacinação infantil. O Estado também iniciou a distribuição de 4,5 milhões de cartões de vacinação específicos para o público com idade entre 5 e 11 anos.

“Desde o dia 16 de dezembro, se tivéssemos iniciado a vacinação por conta do envio de doses pelo Ministério da Saúde, mais de 90% de nossas crianças já teriam recebido pelo menos uma dose”, afirmou o secretário executivo de Saúde do Estado, Eduardo Ribeiro. “É um momento de muita expectativa do Governo de São Paulo pelo imediato envio de doses suficientes por parte do Ministério da Saúde.”


Compartilhe